Ladrão de bolas, Ganso desarma mais que dupla de volantes do São Paulo

O pensamento de que apenas a linha defensiva e o primeiro volante são os únicos grandes responsáveis por marcar em uma equipe não serve há algum tempo. Atualmente, a maioria dos times vencedores se destacam pela forte marcação ainda no campo de ataque, iniciada pelos homens de frente. E, no São Paulo, que busca inserir em seu jogo esse modelo competitivo, o combate ao jogador adversário ganhou uma importante peça nos últimos confrontos: Paulo Henrique Ganso, que tem se destacado pelo número de desarmes.

No empate com o Botafogo (0 a 0), no Maracanã, o camisa 8 são-paulino roubou três bolas, mesmo número de Wellington e até mais que Fabrício, que não efetuou nenhum desarme. Ainda, desde que voltou ao time titular, contra o Flamengo, há três rodadas, Ganso somou mais roubadas que a dupla de volantes. São oito desarmes do meia, contra seis do camisa 5 e seis também do camisa 25.

Mais participativo tanto ofensivamente quanto defensivamente, Ganso ganhou elogios do técnico Paulo Autuori, que chegou ao clube do Morumbi cobrando mais competitividade do jogador. Pedido que vem se traduzindo em números no desempenho do atleta.

– O Ganso roubou muitas bolas sem fazer faltas. Para um jogador da qualidade dele, isso tem de ser realçado – afirmou o comandante, após o 0 a 0 contra o Fogão.

Nesta terça-feira, o São Paulo enfrenta o Náutico, na Arena Pernambuco, às 21h, em jogo atrasado válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diante do Timbu, Paulo Henrique Ganso seguirá como titular e não terá Jadson para acompanhá-lo na criação, já que o camisa 10 recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.
Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Ladrão de bolas, Ganso desarma mais que dupla de volantes do São Paulo

  1. O que mostra como é equivocada a escalação do Wellington. Roubar bola é tudo que ele faz. Não sabe lançar, driblar ou chutar. Se não rouba muito mais que um meia, então deveria ser substituído por jogador com um pouco mais de habilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.