Juvenal afirma que tentará repatriar Lucas em 2014

O presidente do  São Paulo, Juvenal Juvêncio, afirma que vai tentar repatriar o meia Lucas, vendido pelo Tricolor ao PSG por € 43 milhões (R$ 132 milhões em valores atuais) em agosto do ano passado (ele só se apresentou na França na o fim do ano). O dirigente vai tentar o empréstimo até o fim de 2014. As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”.

Lucas não é titular do clube francês e acabou perdendo espaço na Seleção – ele não foi convocado por Luis Felipe Scolari para amistosos contra Honduras e Chile, dias 16 e 19 de novembro. Esse é um dos argumentos utilizados pelo Tricolor, onde o jogador chegaria para jogar.  O que pode atrapalhar a negociação, além dos altos valores, é o fato de a família do jogador estar bem adaptada a Paris. Mesmo assim, Juvenal se mantém otimista e diz que vale a pena a insistência.

– É um craque. Vou conversar com ele novamente – afirmou.

Recentemente, Lucas afirmou que não tem planos para voltar ao Brasil imediatamente, pois tem um plano de carreira na França

 

Fonte: Folha de São Paulo

3 comentários em “Juvenal afirma que tentará repatriar Lucas em 2014

  1. Já vem mostrando inclusive nos últimos jogos do PSG que pode ser titular da equipe, esta se adaptando ainda,vai ser muito útil aos franceses, melhor voltar num outro momento, mais maduro e consagrado, todos sabem do seu profissionalismo o JJ ta com papinho eleitoreiro

  2. Não gosto dessa formula. Queima os jogadores brasileiros e faz o tricolor parecer um centro de reabilitação. Melhor contratar um atleta em definitivo, alguém menos valorizado no mercado. Neste ano houve boas oportunidades, como Scocco, Montillo, Barcos etc É só prestar atenção e estar disposto a pagar o que vale.

  3. Um bom menino. Um bom jogador, não craque. Foi muito bem no SP.
    Pelas expectativas que geraria sua volta, pode decepcionar muita gente.
    Acho melhor pra todo mundo, principalmente pra ele, continuar no Paris e trabalhar forte que em algum momento vai fazer o sucesso que merece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*