Jucilei diz que SP jogou bem, mas avisa que vaia só acaba com vitória

A derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Santos neste domingo (18) causou vaias dos mais de 35 mil torcedores que foram ao Morumbi. Jucilei diz entender o motivo das reclamações, mas analisa que sua equipe não foi tão mal no clássico.

O meio-campista destacou que os donos da casa finalizaram muito mais e deu até números para isso. As estatísticas mostram que o Tricolor finalizou quatro vezes mais que a equipe da Baixada.

“A gente finalizou 10 vezes no primeiro tempo e eles tentaram duas vezes. A gente jogou bem, mas vacilamos e não conseguimos a vitória”, afirmou Jucilei.

“Temos que vencer jogos grandes como esse, só assim acabaremos com as vaias. Não podemos vacilar em clássicos, ainda mais em casa. Criamos, mas estamos pecando no último passe. O Gabriel foi feliz na finalização e fez o gol. Temos de continuar trabalhando, melhorar esse último passe. Quando ganha é todo mundo, quando perde é todo mundo”, completou.

Diego Souza seguiu linha parecida e disse que os atletas que vestirem o uniforme são-paulino precisam suportar a pressão que será feita daqui para frente.

“A pressão é grande, a gente sabe que para jogar aqui tem que ter personalidade. A gente merecia a vitória pelo que fez no primeiro tempo, futebol tem disso, Santos fez o gol e se fechou. A gente atacou, teve penetração, jogadas de combinação, mas faltou caprichar mais nas finalizações para sair na frente”.

O São Paulo agora recebe a Ferroviária na rodada do fim de semana e corre o risco de perder a liderança do seu grupo conforme o decorrer da rodada.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Jucilei diz que SP jogou bem, mas avisa que vaia só acaba com vitória

  1. É Juscilei, jogou mais ou menos, esteve melhor que as sereias mas nao foi eficiente na hora H, time pode ate tocar bem a bola mas sem eficiencia, sem penetracao perigosa sem finalizador fatal, e parece que esta escrito que bastava uma bola para as sereias ganhar o jogo e com o centroavante matador de verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*