Indignado, vice do São Paulo promete conversa com elenco após vexame

O São Paulo foi humilhado pelo Palmeiras no Allianz Parque, na noite desta quarta-feira, e acusou o golpe. O vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro deixou o estádio inconformado com o modo como o time foi superado pelo rival por 3 a 0.

O dirigente passou pela zona mista do Allianz visivilmente irritado. Pediu a compreensão dos jornalistas para não falar de cabeça quente, mas externou o clima ruim após o tropeço:
– Não quero falar agora. Vou conversar com todos amanhã (quinta-feira) porque não é possível perder assim de novo. Tem muita coisa errada – disse.

Foi a terceira derrota do São Paulo em clássicos no ano, em quatro disputados. Também perdeu duas vezes para o Corinthians e sofreu demais contra o Santos no empate por 0 a 0, em que Rogério Ceni operou alguns milagres em noite brilhante.

Os resultados negativos nos grandes jogos são a pior preocupação do São Paulo nesta temporada. O time continua líder de seu grupo no Paulista, classificado para as quartas de final, e vice-líder de seu grupo na Libertadores, com boas chances de classificação.

Fonte: Lance

2 comentários em “Indignado, vice do São Paulo promete conversa com elenco após vexame

  1. Tá na hora do Muricy ir descansar, do Rogério Ceni e do Luis Fabiano também.

    Tá na hora de tirar peças que não funcionam, como Bruno e Carlinhos (que falhou em 2 gols e é péssimo na defesa e inoperante no ataque), Denilson…

    Não vou nem falar no nome do Ganso, pq não tem como o cara armar um time que não tem a mínima organização tática. Um armador precisa ter jogadas em mente, mas como não há treino tático e organização, ele simplesmente não tem opções para armar.

    Pra começar, precisa de reformulação na comissão técnica.

    Precisamos de uma comissão que funcione, de um técnico que ainda tenha motivação e saúde pra continuar.

    Agradecemos ao Muricy e ao Rogério pela história, mas para o bem de todos, a história do clube precisa se renovar. Luis Fabiano também precisa ir fazer o pé de meia em algum clube da Turquia, da China, Qatar ou Estados Unidos.

    Já para jogadores como Tolói, Carlinhos, Bruno…. não temos que agradecer absolutamente nada e precisam ser afastados para se aprimorarem física e tecnicamente, já que rescindir esses contratos custaria muito caro.

    No caso de Tolói, tem que ser afastado.

    E é isso. Ou muda-se agora, ou aguenta-se as consequências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*