Hudson valoriza versatilidade e afirma: ‘Lateral é posição carente no Brasil’

Hudson tem sido um dos destaques do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Prova disso foi que a diretoria do Tricolor paulista renovou o contrato do jogador, de 26 anos, até 2017.

Feliz com o reconhecimento e a boa fase, Hudson acredita que sua versatilidade para atuar como volante ou lateral é um dos seus diferencias no elenco do técnico Muricy Ramalho.

– Jogador se adpta às funções e é isso que eu estou fazendo em São Paulo. Isso é bom para o clube. Dá opções ao Muricy. Somos um grupo de poucos jogadores. Um dia Muricy conversou, ele e o auxiliar, e perguntaram se era possível, eu disse que sim. É isso que o jogador tem de fazer: estar preparado e ajudar a equipe. O Michel Bastos faz uma série de funções é versátil – disse em participação no programa “Expediente Futebol”.

Na visão de Hudson, a lateral é uma das posições mais carente no Brasil e, por isso, acaba fazendo com que jogadores de outras posições sejam deslocados para o setor.

– Acerdito que é uma posição carente no futebol brasileiro. Conheci laterais muitos bons. A função é ingrata, O lateral apoia e serve os meias. Aí corre o risco de tomar bolas nas costas tem de ter um esquema que favoreça. Mas a primeira função é marcar e do esquema tatico para saber se o lateral vai – analisou.

Com 53 pontos, o São Paulo é o segundo colocado. Nesta segunda-feira, no encerramento da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor paulista recebe o Goiás.

Fone: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*