Muricy reclama de maratona e sobra até para técnicos: “Ninguém fala nada”

A sequência de três partidas do São Paulo em apenas sete dias continua irritando o técnico Muricy Ramalho. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda, o treinador voltou a reclamar do calendário e se mostrou insatisfeito até com o comportamento dos outros técnicos. Segundo ele, por não cobrarem mudanças da CBF.

– Está ficando chato vir aqui falar. Na minha classe ninguém fala nada. Parece que estão todos satisfeitos. Fica repetitivo só eu falando. Não vou falar mais disso. Estou de saco cheio – esbravejou.

Com as eleições neste domingo, a CBF marcou toda a rodada do Brasileiro para o sábado. Como Palmeiras e Corinthians fazem o clássico na capital paulista, por questões de segurança a entidade teve de colocar o duelo entre São Paulo e Goiás para segunda-feira. A medida desagradou diretoria e comissão técnica do Tricolor.

– São coisas que só acontecem no nosso futebol. Não sabiam que tinha clássico (entre Palmeiras e Corinthians, no sábado)? Depois, temos a Sul-Americana também – lamentou Muricy.

O treinador refere-se ao duelo da quinta-feira, contra o Emelec, no Morumbi, pelas quartas de final do torneio internacional. Em seguida, o São Paulo viaja até Santa Catarina para enfrentar o Criciúma, domingo, novamente pelo Brasileirão.

Por conta da sequência, Muricy Ramalho vem estudando com a comissão técnica a possibilidade de liberar os jogadores da concentração neste fim de semana. Eles treinariam no domingo e se reapresentariam no CT da Barra Funda na segunda-feira na hora do almoço. A decisão deve ocorrer no sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*