Hudson se surpreende com renovação, mas diz: ‘Quero fazer história’

Bastaram seis meses para que Hudson conseguisse dar uma virada em sua carreira. De promessa do Santos a andarilho pelo Brasil e destaque do Campeonato Paulista pelo Botafogo, o volante chegou ao São Paulo em abril sem muitas perspectivas de ser aproveitado, mas aos poucos conquistou espaço dentro do clube e assinará nesta sexta-feira a renovação contratual com o clube do Morumbi.

O anúncio foi feito pelos dirigentes do Tricolor no desembarque da delegação no Aeroporto de Guarulhos após a viagem ao Chile pela Copa Sul-Americana. O vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, e o diretor de futebol, Rubens Moreno, já davam a negociação como certa, mas não revelaram detalhes. O LANCE!Net apurou que a assinatura do novo contrato de Hudson será feita nesta sexta, notícia que surpreendeu até mesmo ao volante.

– Não estava sabendo que estava resolvido. Só fiquei sabendo que havia uma negociação com o Luciano (Couto, empresário), mas se vai assinar, eu não tenho certeza ainda. É uma realização profissional para mim, venho trabalhando bem, aproveitando as oportunidades, mas tenho ciência de que tenho que melhorar muito e quero fazer história aqui no São Paulo, ganhar títulos, o que todo jogador tem que fazer aqui – afirmou o camisa 25.

Quando chegou ao Morumbi em abril, na última negociação conduzida por João Paulo de Jesus Lopes como vice de futebol (hoje é vice de administração e finanças), Hudson assinou contrato apenas até o fim deste ano. No entanto, profissionalismo e a dedicação nos treinos e o fato de ter se colocado à disposição para jogar como lateral-direito em meio aos desfalques do time chamaram a atenção da comissão técnica e dos dirigentes.

– Acho que é um pouco das duas coisas. É o conjunto de tudo que tenho feito e trabalhado desde que cheguei aqui. Agora é seguir melhorando – projetou.

Fonte: Lance

3 comentários em “Hudson se surpreende com renovação, mas diz: ‘Quero fazer história’

  1. Pelo menos um acerto, depois de tantas frustrações com “revelações” de times do interior (Silvinho, Roni, Caramelo, Edson Ratinho, etc.). O Hudson é um bom jogador e, se prestigiado, acredito, poderá ser um novo Richarlyson, que quebrava o galho de forma razoável, atuando em várias posições.

  2. Grande jogador, muito bom, vontade e presenca de dono do pedaco.
    Precisa jogar, seja onde for, ate’ no lugar do acarlos que e’ uma avenida.
    Tem o dom de marcador preciso e sem alarde,
    lembra Rkaio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*