Garçom do time no ano, Jadson é armador com mais gols no Brasileiro

Contratado para dar mais criatividade ao São Paulo, Jadson é o jogador com mais assistências no elenco neste ano, embora a maioria nas bolas paradas. Mas o camisa 10 tem um número além dos 13 passes para gol: balançou as redes cinco vezes neste Campeonato Brasileiro, mais do que qualquer outro armador do torneio.

“Tenho trabalhado para isso, dar gols e assistências. Mas, independentemente de quem faça os gols, quero ver a equipe ganhar sempre. Isso é o mais importante. Se eu conseguir ajudar com gols e passes, também sairei de campo feliz e satisfeito com meu rendimento”, apontou o meia.

O último dos gols do ex-jogador do Shakhtar Donetsk foi o último dos 4 a 1 impostos sobre o Flamengo nesse domingo. Antes, o meia deixou sua marca nas derrotas por 4 a 2 para o Botafogo e 4 a 3 para o Atlético-GO e nas vitórias por 3 a 1 diante do Coritiba e por 3 a 2 contra o Cruzeiro.

Mas ele celebra mais a recuperação após perder em Goiânia na rodada anterior. “Nosso time não vinha de um resultado positivo e queríamos mostrar que temos qualidade  e valor. É só querer que vamos conseguir nossos objetivos. Temos de ganhar a confiança da torcida e isso acontecerá aos poucos, com mais vitórias como essa”, apontou.

Se está longe de ser artilheiro do Brasileiro, já que a lista é liderada por Alecsandro, do Vasco, com oito gols, ou até do time na competição – Luis Fabiano tem sete gols – Jadson comemora uma nova sensação de evolução do time. E, principalmente, a volta de Rogério Ceni, com quem nunca tinha jogado.

“É um grande jogador, ídolo, que tem o comando e sabe orientar os jogadores. Ele nos passou muita tranquilidade e ajudou no posicionamento. Com a raça de todos em campo, conseguimos estes três pontos importantes”, comemorou o camisa 10 que custou R$ 9 milhões, além da cessão de 30% dos direitos econômicos do volante Wellington.

Fone: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*