Ganso revela cobrança de Ceni e quer marcar contra o Santos

Antes de entrar em campo para ajudar os reservas do São Paulo a vencerem o Atlético de Sorocaba por 2 a 1 na tarde de sábado no Morumbi, pela 3ª rodada do Campeonato Paulista, Paulo Henrique Ganso ouviu uma cobrança de Rogério Ceni. O goleiro, mesmo poupado, foi ao estádio conversar com os jogadores e passou conselhos ao grupo. O camisa 8, que marcou o primeiro gol pelo clube, destacou o discurso do capitão.

“O Rogério foi ao vestiário ajudar a gente. Tenho que ouvir bem o conselho dele. Ele pede para que eu seja mais competitivo, ajude na marcação, tudo para o meu bem. Foi importante ter essa atuação após ouvir isso”, destacou Ganso.

“Ele (Ganso) é talentoso e todos esperamos muito dele. Mas ainda está abaixo do que pode ajudar. É menino de bom caráter, sabe ouvir, e espero que faça um gol hoje para dar ainda mais confiança a ele percorrer o caminho não só no São Paulo, mas como na seleção brasileira”, disse Rogério Ceni ao sair dos vestiários minutos antes da partida começar no Morumbi.

A euforia de Ganso com o primeiro gol marcado pelo São Paulo é grande. O jogador já projeta a sequência de gols no clube, e a próxima que deve atuar como titular é especial.  O duelo válido pela 5ª rodada do Campeonato Paulista é frente ao ex-clube Santos, domingo, na Vila Belmiro.

“Todo mundo sabe que eu mantenho um respeito muito grande com o Santos, pois sou grato a tudo que esse clube proporcionou a minha carreira. Só que agora estou no São Paulo, e aqui quero marcar mais gols. Vou chegar lá (Vila Belmiro) para fazer gol pelo São Paulo”, comentou Ganso.

Antes do duelo contra o Santos, o São Paulo encara o Bolívar, quarta-feira em La Paz, na partida de volta pela pré-Libertadores. Para o confronto, Ney Franco já avisou que Ganso será reserva. No entanto, a garantia de que o meia jogue diante do Santos não existe, já que o treinador pensa em recolocar os titulares no próximo jogo do Paulista.

“Teremos um intervalo grande até o próximo jogo da Libertadores caso avancemos para a fase de grupos. E ainda não vejo como necessário poupar jogadores. Vamos pensar na melhor maneira de trabalhar”, avisou.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*