Ganso reencontra São Paulo após passagem de altos e baixos

Três anos após deixar o futebol brasileiro para se aventurar na Europa, Paulo Henrique Ganso reencontrará o São Paulo pela primeira vez, neste sábado, às 19 horas (de Brasília), no Maracanã, em duelo válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor foi o último clube do meia antes da transferência para o Sevilla, da Espanha, em julho de 2016.

Em uma passagem com altos e baixos, Ganso conquistou apenas o título da Copa Sul-Americana de 2012 pelo São Paulo, ainda assim no papel de coadjuvante. Na ocasião, ele disputou apenas dois jogos pelo torneio continental, ambos pelas semifinais, e ficou no banco de reservas nas duas finais.

Ao todo, o armador participou de 221 partidas. Nesse período, marcou 24 gols e deu 49 assistências. Apesar de alguns problemas físicos, foi o jogador que mais vezes atuou pelo São Paulo desde sua contratação. Apesar dos bons números, Ganso não conseguiu o mais importante: tornar-se ídolo da torcida.

O meia até realizou algumas ótimas atuações, chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira em 2016, mas não atingiu a regularidade esperada para quem, em 2010, disputava com Neymar o posto de maior promessa brasileira. Assim, não voltou a levantar troféus até sua saída do clube.

Saída que, aliás, não foi tão conturbada quanto sua chegada ao São Paulo, em setembro de 2012. Em uma novela de mais de um mês de duração, que contou com reviravoltas e brigas, o clube do Morumbi desembolsou R$ 16,4 milhões para tirar Ganso do Santos e ficar com 32% de seus direitos econômicos.

Quase quatro anos depois, o Maestro foi realizar o seu sonho de jogar na Europa. Então um pedido do técnico Jorge Sampaoli, Ganso foi comprado pelo Sevilla por 9,5 milhões de euros (R$ 34,4 milhões, na cotação da época), sendo que 4,5 milhões ficaram com o São Paulo.

Na equipe espanhola, entretanto, o brasileiro não correspondeu às expectativas do treinador que hoje comanda o Santos. Ao longo de dois anos, ele disputou apenas 28 jogos oficiais e marcou sete gols pelo Sevilla. Em 2018, foi emprestado ao Amiens, da França, onde também não vingou.

Em janeiro, Ganso rescindiu com o Sevilla e assinou um contrato de cinco anos com o Fluminense. Aos 29 anos, o meia já fez boas apresentações com a camisa do Tricolor das Laranjeiras, por quem contabiliza quatro gols e uma assistência em 24 jogos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

A Rádio Tricolornaweb transmite, de forma comentada, a partida entre Fluminense e São Paulo, a partir das 18h45 deste sábado.

2 comentários em “Ganso reencontra São Paulo após passagem de altos e baixos

  1. Sao Paulo tera um jogo perigoso contra o Flu, pois eles estao desesperados na zona de rebaixamento somente com 9 pontos, e para ajudar tem seu Ganso que pode querer mostrar serviço contra nos, e sabemos quando vc em um meia habilidoso querendo mostrar serviço ja sabe o que pode dar, temos exemplos do Jadson que foi para as galinhas e quando jogava contra a gente só faltava fazer chover.
    Tudo pode acontecer, acredito que nosso time esta melhor e tem melhor elenco se conseguir fazer aquele 1o tempo muito bom que fez no ultimo jogo temos tudo para ganhar e empurrar mais eles para o rebaixamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.