Fora da Copa, Jadson lamenta: “Falta de sequência no São Paulo pesou”

O meia Jadson era um dos 23 integrantes da seleção brasileira que conquistou a Copa das Confederações, há pouco menos de um ano. Às vésperas da Copa do Mundo, o jogador do Corinthians, porém, sequer foi cogitado para estar na lista final do técnico Luiz Felipe Scolari. De lá para cá, a má fase no São Paulo e a consequente falta de sequência impediram que Jadson tivesse novas chances. Ele credita sua ausência no Mundial a esse momento conturbado.

Antes de se transferir para o Timão, em troca envolvendo o atacante Alexandre Pato, Jadson estava fora dos planos do técnico Muricy Ramalho. A partir dali, ele já sabia que teria chances mínimas de estar na Copa. Nem mesmo o bom início no clube alvinegro lhe animou.

– A falta de sequência no São Paulo acabou pesando um pouco. Quando você quer ser convocado, precisa estar atuando e em evidência. Lá (no São Paulo) não tive essa oportunidade. Aqui mostrei serviço, mas estava em cima da hora. Fiquei feliz de ter tido chance na Copa das Confederações, e só tenho a agradecer ao Felipão – destacou o meia.

Jadson tem consciência de que esteve longe de seu ideal nos últimos meses. Por isso, não guarda qualquer mágoa da comissão técnica da Seleção. Pelo contrário. Questionado sobre uma possível motivação extra no Corinthians, o meia mostrou tranquilidade e disse estar na torcida por amigos que foram convocados.

– Fico feliz de ver meus companheiros da Copa das Confederações sendo convocados. Alguns amigos meus estão lá, o Fernandinho e o Willian (ex-colegas de Shakhtar Donetsk, da Ucrânia). Não tive essa oportunidade, mas vou estar torcendo muito na Copa. Espero que a taça fique no Brasil – desejou.

Sem compromissos com a seleção brasileira, Jadson está confirmado no Corinthians para o jogo desta quarta-feira contra o Cruzeiro, às 22h (horário de Brasília), no Canindé.

 

Fonte: Globo Esporte

5 comentários em “Fora da Copa, Jadson lamenta: “Falta de sequência no São Paulo pesou”

  1. Culpa do São Paulo ou da falta de futebol e o do ‘tom amarelo’ que tomava conta do corpo dele em partidas mais importantes?
    Aliás, por que não marcou gol, ou salvou o time dele na inauguração do Privadão? Por que logicamente sumiu em campo como sempre fazia no São Paulo.

  2. Se o jadson fosse esse jogador todo que ele acha que é teria conseguido se destacar nas vezes que entrou em campo.
    E qdo teve a oportunidade de ser protagonista falhou, como naquele penalti contra o flamengo marcado no finalzinho do jogo q ele não converteu….

    • Quer um exemplo melhor de jogador patife e sem alma que ele é, além desse pênalti contra o Flamengo, o que ele perdeu um pênalti na estreia dele contra os Gambás no Pacaembu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*