Finalista em 2010, dupla quer reescrever história no Tricolor

O São Paulo inicia nesta quarta-feira contra o Bahia, em Pituaçu, a caminhada pelo título inédito da Copa Sul-Americana. Presente em seis edições, o melhor desempenho foi em 2003, quando chegou à semifinal. No entanto, tem uma dupla no clube que já foi finalista da competição e poderá ajudar o Tricolor.

Em 2010, Douglas e Rafael Toloi por muito pouco não fizeram história com o Goiás. Eles levaram o time goiano à final da Sul-Americana. No primeiro jogo, em Goiânia, vitória sobre o Independiente-ARG por 2 a 0. Já no jogo da volta, derrota no tempo normal por 3 a 1 e depois na disputa por pênaltis.

O zagueiro Rafael Toloi chegou a converter a sua cobrança. Defendendo as cores do São Paulo, Toloi quer reescrever a história, mas dessa vez com um final diferente, ainda mais que o campeão garantirá uma vaga na Libertadores de 2013.

“É uma competição muito difícil, mas é o caminho curto para chegar na Libertadores. Em 2010 cheguei na final, mas agora quero o título. Temos totais condições de ir para final e brigar pelo título. Foi uma experiência boa no passado, porém espero que agora seja tudo diferente”, disse o camisa 3.

Apesar do vice-campeonato, Douglas tira lições e acredita que o Tricolor tem time para brigar pelo título do torneio. O camisa 23, que cumpriu suspensão automática na última rodada do Campeonato Brasileiro – vitória sobre o Flamengo por 4 a 1 -, está de volta ao time.

“Tive a felicidade de chegar à final, mas infelizmente não consegui o título. É uma competição muito boa para disputar, com equipes fortes. Agora tenho a chance de ser campeão com o São Paulo e vou trabalhar forte para isso acontecer”, ressaltou o são-paulino.

“Naquele ano nossa equipe era muito unida. Se a gente tiver este mesmo pensamento teremos grandes chances de irmos para a final. É uma competição onde os times jogam fortes, pois querem conquistar o título e um lugar na Libertadores”, completou Douglas.

Além da dupla, o técnico Ney Franco deverá escalar praticamente força máxima diante dos baianos. Em relação ao último jogo, o volante Denilson está com dores musculares e ficou em São Paulo. Com isso, ele poderá ser substituído pelo garoto Rodrigo Caio, que atua por aquele setor.

Mais atrás, Rogério Ceni fará a segunda partida na temporada após se recuperar de uma cirurgia no ombro direito. Na frente, o artilheiro Luis Fabiano. Em 25 jogos em 2012, Fabuloso já fez 20 gols e espera conquistar o primeiro título internacional com o M1TO tricolor.

BAHIA X SÃO PAULO

Data e Hora: 1/7/2012, às 21h50 ( de Brasília)
Local: Pituaçu, em Salvador (BA)
Árbitro: Marcelo Henrique Lima (Fifa-RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (Fifa-RJ) e Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ)

BAHIA: Marcelo Lomba; Gil Bahia, Danny Morais, Titi, Gerley; Diones, Victor Lemos, Hélder e Zé Roberto; Júnior e Souza. Técnico: Caio Junior.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe, Rafael Toloi e Rhodolfo, Douglas, Rodrigo Caio, Maicon, Jadson e Cortez; Ademilson e Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*