Fase artilheira de Ganso compensa “sacrifício” e jejum de Kardec

Muricy Ramalho é taxativo: não lhe importa que Alan Kardec não tenha feito gol nos últimos dez jogos, ele continuará sendo titular. O treinador do São Paulo entende que o atacante contribui de outras formas com o time, que vem balançando a rede através de outros jogadores, como o meia Paulo Henrique Ganso.

“Aqui é um time de futebol, e ele (Kardec) é um dos caras mais importantes do time, mesmo não fazendo gol. Do jeito que ele está jogando, continua, mesmo que não faça gol. Ele colabora demais”, deixou claro, depois da vitória sobre o Bahia, no Morumbi, na qual o atacante passou de novo em branco e, pela segunda partida seguida, viu Ganso balançar a rede.

“Tem que tomar gosto, é legal fazer gol”, brincou Muricy, quando questionado sobre a fase do meia, que já havia anotado um golaço no meio de semana, no triunfo sobre o Huachipato, pela Copa Sul-americana. “Agora ele está falando que é artilheiro (risos). É legal que ele faça isso, porque bate bem na bola. O gol que ele fez no Chile foi brincadeira… Hoje (sábado), tínhamos três meias, e o time precisava que algum deles finalizasse um pouco mais. Não é porque é meia que não pode se tornar atacante com a bola”.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Camisa 10 são-paulino voltou a balançar a rede no sábado, algo que Alan Kardec não faz há dez partidas

O último gol de Kardec com a camisa tricolor foi sobre o Cruzeiro, em 14 de setembro. Ao longo do jejum que se seguiu (de dez partidas), a equipe venceu seis vezes, contando com gols de jogadores pouco habituados a marcar, como Michel Bastos e Maicon. Nas duas últimas partidas, quem se destacou neste quesito foi Ganso, que chegou a sete gols na temporada. O sétimo, marcado contra o Bahia, foi comemorado com muita vibração.

“Ele não costuma ter esse tipo de reação, é muito tranquilo, quieto demais no dia a dia. Agora, está vibrando. Isso é muito legal, ele tem que ser competitivo mesmo para cavar um espaço na Seleção (Brasileira). Tem que sofrer. Jogador tem que sair esgotado de campo, dar seu máximo, fazer gol e vibrar bastante. Futebol é vibração também”, falou o comandante são-paulino.

O próximo compromisso do São Paulo no Campeonato Brasileiro será diante da Chapecoense, fora de casa, na quarta-feira. Mais um dia em que Kardec estará entre os titulares.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*