Everton treina com bola no São Paulo, mas não deve pegar o Fla

Everton avançou em seu processo de transição nesta terça-feira. Recuperado de um estiramento na coxa esquerda, o meia-atacante do São Paulo trabalhou separado com bola neste que foi o segundo dia seguido em que treinou em campo no CT da Barra Funda.

Supervisionado pelo preparador Henrique Martins, Everton começou o dia realizando um circuito físico, com corrida e arrancadas. Na sequência, o camisa 22 realizou uma atividade leve com bola, com toques e chutes.

A tendência, no entanto, é que ele não enfrente o Flamengo no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, e só fique à disposição para o clássico contra o Corinthians, no dia 10 de novembro, em Itaquera.

Seu provável substituto no domingo é Reinaldo. O lateral esquerdo, aliás, voltou a desfalcar o treino nesta manhã em função de uma gripe. No Reffis, ele fez companhia a Everton Felipe, que se recupera de um estiramento na coxa esquerda e não deve enfrentar o clube carioca no final de semana.

Hudson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e Jean, expulso contra o Vitória, também são desfalques para domingo. O volante deverá ser substituído por Jucilei ou Liziero, enquanto o goleiro deverá dar lugar a Sidão. Joao Rojas, que sofreu uma ruptura do tendão patelar do joelho direito, só volta a jogar em 2019 – Tréllez, Bruno Peres, Araruna, Helinho e Nenê são opções para o seu lugar.

Mistério e destaque

Em campo, Diego Aguirre não deu indícios do time titular. Com a participação do goleiro Arthur e dos atacantes Gabriel e Raúl, do sub-20, o técnico dividiu o elenco para um treino em campo reduzido que teve Helinho como destaque. O jovem atacante, que voltou a trabalhar com o grupo após um problema no tornozelo esquerdo, protagonizou grande lance em que driblou Jean e marcou o gol mais plástico da atividade.

Animado pelo triunfo sobre o Vitória, o São Paulo fará um confronto direto com o Flamengo. Em busca de uma vaga direta na Copa Libertadores e com remotas chances de título, o Tricolor é o quarto colocado do Brasileirão, com 56 pontos, três a menos que Flamengo, segundo colocado. O Palmeiras lidera com 63 pontos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*