Everton faz trabalho preventivo e não participa de treino

Em preparação para o duelo com o Internacional, o São Paulo voltou a treinar na manhã desta terça-feira, no CT da Barra Funda. E uma notícia preocupa para a partida de domingo: Everton, que jogou apenas o segundo tempo na derrota por 2 a 0 para o Palmeiras no último sábado, não trabalhou junto aos companheiros.

O atacante, recém-recuperado de uma fibrose na coxa esquerda, correu em volta do gramado como um trabalho de prevenção a novas lesões. Na última segunda, ele realizou exercícios regenerativos com os titulares do Choque-Rei. Sua presença no jogo de domingo, em Porto Alegre, depende da evolução que tiver ao longo da semana.

Outro que não treinou nesta manhã foi Arboleda. O zagueiro está a serviço da seleção equatoriana, que disputará amistosos contra Catar e Omã nos dias 12 e 16, em Doha, e desfalcará o Tricolor diante da equipe gaúcha.

Já os garotos Antony, Brenner, Caíque e Lucas Paes não estiveram à disposição do técnico Diego Aguirre, porque foram emprestados ao time sub-23, que enfrenta nesta noite o Atlético-PR, em Curitiba, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

Os meio-campistas Igor Gomes e Luan, por sua vez, estão com o time sub-20 do Brasil no Chile para dois amistosos contra a seleção local, nos dias 13 e 15. A dupla, portanto, está fora do confronto com o Inter.

Diego Aguirre não deu indícios do time para o jogo de domingo. Em uma atividade em campo reduzido, o elenco foi dividido em duas equipes sem que houvesse separação entre titulares e reservas. Joao Rojas, com dois gols, e Shaylon, que acertou belo chute de fora da área, foram os destaques do treinamento.

O embate no Beira-Rio é mais um jogo decisivo para as pretensões do São Paulo no Brasileirão. O time tricolor, que venceu apenas duas das nove partidas do segundo turno, ocupa o quarto lugar com 52 pontos, um a menos que o Inter, segundo colocado. O Palmeiras é o líder, com 54 pontos.

2 comentários em “Everton faz trabalho preventivo e não participa de treino

  1. Colocam muita responsabilidade sobre esse atleta! Ele é bom jogador mas não pode fazer tanta falta a um time do tamanho do S.Paulo (apesar que tivemos flertando com os de segunda linha por anos)…

    • Pois é amigo… o elenco, ficou comprovado, é reduzido demais para um campeonato com 38 jogos. Todos os times sofrem com contusões e suspensões, o problema é que nós não temos peças de reposição. Quando começaram a aparecer as contusões e suspensões, ficou evidente essa deficiência no planejamento. Um elenco enxuto demais e o excesso de confiança na qualidade da base, resultaram na queda de rendimento. Esse é o efetivo resultado do exame de consciência feito nessa altura do campeonato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*