Everton cita chances perdidas pelo São Paulo e assume consequências

Na estreia de André Jardine como técnico efetivado no cargo, o empate em 0 a 0 deixou uma má impressão no torcedor são-paulino que foi ao Morumbi nesta segunda-feira de caos no trânsito e no transporte público da cidade. Além dos protestos que vieram da arquibancada após o apito final, os jogadores do São Paulo terão de aguentar as consequências do tropeço em casa.

Uma dessas consequência é continuar fora do G4, que dá vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores. Agora, o Tricolor não depende apenas de suas forças para atingir o objetivo. Precisa vencer a Chapecoense, fora de casa, e torcer para o Grêmio não vencer o Corinthians, ambos os jogos na última rodada do Brasileirão-2018.

Diante dessas adversidades e do pênalti desperdiçado por Nenê na parte final da segunda etapa, os jogadores do São Paulo evitaram falar com a imprensa na saída de campo. Um dos poucos a se manifestar foi o meia-atacante Everton, que cobrou as chances perdidas e pediu para o grupo assumir a responsabilidade pelo que isso trará.

– O segundo tempo tivemos chances e não fizemos o gol. Temos que ser homens e aguentar as consequências. Tínhamos uma grande oportunidade de entrar no G4, mas não fizemos o gol. Agora temos que trabalhar – declarou o camisa 22.

O Tricolor vai até Chapecó, no próximo domingo, para enfrentar a Chapecoense, às 17h, pela 38ª e última rodada do Brasileirão-2018. Para o time da casa, vale a permanência na Série A, para os visitantes é a chance de terminar a competição no G4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*