Estável no G-4, São Paulo vai ao Rio para encarar ameaçado Flamengo

Há sete rodadas sem perder e com cinco pontos de frente para o quinto colocado Vasco, o São Paulo agora faz dois jogos fora da capital paulista. Apenas o décimo melhor visitante do Campeonato Brasileiro, o time tem como primeiro desafio o ainda ameaçado Flamengo (só duas posições acima da zona de rebaixamento), às 16 horas (de Brasília) de domingo, no Rio de Janeiro.

“A sequência toda preocupa. Depois do Flamengo, a gente enfrenta o Sport. Mas prefiro acreditar que nossa equipe possa repetir o desempenho que teve nos dois últimos jogos como visitante, a vitória sobre o Vasco e o empate com o Coritiba”, disse o técnico Ney Franco, depois de triunfar diante do Atlético-GO, no Morumbi.

Restando sete rodadas para o término da competição, a vantagem  no G-4 é confortável. Não apenas pelos cinco pontos de distância, mas por ter três vitórias a mais do que o Vasco no momento.

“Temos que ver jogo a jogo. Na prática, é tentar fazer o que temos feito. Essa rodada que passou foi perfeita, as três equipes na nossa frente perderam pontos. Estamos vivendo rodada a rodada e vejo a possibilidade de, em determinado momento, ocuparmos o terceiro ou o segundo lugar”, acrescenta Ney Franco.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

São Paulo, de Luis Fabiano, tem pela frente um adversário que tenta se distanciar da zona de rebaixamento

Para esta partida, o São Paulo não tem nenhum desfalque e, portanto, vai repetir a formação ideal pela segunda vez. Formação tem que Wellington e Denilson no meio-campo e três atacantes: Lucas, Osvaldo e Luis Fabiano.

 

No Flamengo, o técnico Dorival Júnior tem sido questionado pelas constantes mudanças na equipe e vai precisar fazer outras neste fim de semana, pois não terá o lateral direito Leonardo Moura (lesionado) e o volante Luiz Antônio (suspenso), além do meia Cléber Santana, que percente ao São Paulo e não pode atuar por questões contratuais.

A boa notícia é a volta de alguns titulares: o lateral direito Wellington Silva, o zagueiro González e o volante Cáceres. O último virou dúvida ao deixar o treino de sexta-feira com dores, depois de receber uma pancada. Assim, Amaral fica de sobre aviso. Já para a vaga de Cléber Santana, Dorival Júnior antecipou que Wellington Bruno será titular.

De volta após estar a serviço da seleção chilena na disputa das Eliminatórias, González ressaltou a dificuldade de encarar um time que está em ascensão, enquanto o Flamengo é o clube que tem a pior campanha do segundo turno.

“É um jogo complicado, contra uma equipe que vem jogando muito bem. A gente tem quer continuar a jogar com entrega, com gana. Se o Flamengo jogar como jogou nos últimos 45 minutos contra a Portuguesa, a gente não perde. Temos que jogar desse jeito”, disse o jogador, referindo-se ao empate de meio de semana.

Arte GE.Net

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO X SÃO PAULO

 

Local: Estádio João Havelange, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de outubro de 2012, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Alessandro Rocha de Matos (BA)

FLAMENGO: Felipe, Wellington Silva, Renato Santos, González e Ramon; Airton, Cáceres (Amaral), Renato Abreu e Wellington Bruno; Vagner Love e Liedson
Técnico: Dorival Júnior

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Lucas, Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

Fonte: GAzeta  Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*