Emelec tenta evitar espiões do São Paulo e aposta em força argentina

Se Muricy Ramalho pode promover rodízio no quarteto ofensivo do São Paulo e torce para que o Morumbi esteja cheio às 20h15 de quinta-feira, o Emelec (EQU) também tem suas armas para tentar surpreender nas quartas de final da Copa Sul-Americana. E a estratégia dos equatorianos passa pela cautela contra espiões e pela tradição do futebol argentino.

Na última terça-feira, o treino do time dirigido por Gustavo Quinteros, ex-técnico da seleção boliviana, seria realizado na Academia de Futebol do Palmeiras, vizinha ao CT da Barra Funda, casa são-paulina. Preocupado com a possibilidade de ser espionado pelos tricolores, o treinador boliviano decidiu mudar a atividade para o estádio do Canindé.

Já nesta quarta-feira, o treinamento estava previsto para o Morumbi. Como acontece normalmente, os equatorianos fariam o reconhecimento do gramado, mas também abriram mão da visita mesmo com o convite da diretoria tricolor. A solução, então, foi retornar à Academia palmeirense, mas em um horário com menos movimento no CT da Barra Funda para evitar olhares indesejados.

Dentro de campo, a principal arma de Quinteros é a tradição argentina. O elenco do Emelec conta com cinco jogadores nascidos na Argentina, sendo que quatro devem começar o duelo com o São Paulo: o goleiro Esteban Dreer e os atacantes Marcos Mondaini, Emanuel Herrera e Luis Miguel Escalada. Mauro Fernández fica como opção no banco de reservas.

Já Escalada é dúvida para o confronto no Morumbi, mas deve ser aproveitado pela comissão técnica. Centroavante pesado e de referência, Escalada chegou a atuar no futebol brasileiro em 2008. Com a camisa do Botafogo, o argentino foi criticado por estar fora de forma, disputou apenas três partidas e logo foi liberado para o Gimnasia de Jujuy (ARG).

A provável escalação do Emelec para encarar o São Paulo tem Esteban Dreer; John Narvaez, Gabriel Achilier, Jorge Guagua e Oscar Bagui; Pedro Quiñónez, Miller Bolaños e Ángel Mena; Marcos Mondaini, Emanuel Herrera e Luis Miguel Escalada.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*