Dúvida para estreia no Brasileirão, Osvaldo tenta superar ‘lesão chata’

O que parecia apenas um tombo acabou se transformando em um grande problema para o atacante Osvaldo. A pancada que sofreu no quadril ao cair no gramado logo nos primeiros minutos do clássico contra o Corinthians, pelas quartas de final do Paulistão, tiraram o jogador de ação também na Libertadores. Agora, ele ainda é dúvida para a estreia no Campeonato Brasileiro, dia 26, contra a Ponte Preta, em Campinas.

– Estou trabalhando firme todos os dias para voltar o quanto antes aos treinamentos. Foi uma lesão chata, difícil de tratar, mas estamos fazendo o possível – afirmou Osvaldo, via asseessoria.

As dores no local impediram que o atacante enfrentasse o Atlético-MG na semana passada. Osvaldo era uma das armas da equipe para tentar superar a grande fase do Galo no estádio Independência. Sem ele, os mineiros atropelaram o Tricolor por 4 a 1 e avançaram.

– Doeu muito não jogar esses dois jogos decisivos. Nunca mais quero passar por isso. Você olhar o jogo e se sentir impotente é a pior sensação que existe. Agradeço todo carinho e as mensagens que recebi dos torcedores. Vou fazer de tudo para que o segundo semestre seja de alegria – disse.

Osvaldo se juntou ao grupo na intertemporada no CT de Cotia, iniciada na segunda-feira, mas ainda não foi campo para que o técnico Ney Franco montasse a equipe. O atacante permaneceu fazendo tratamento com o corpo clínico e não tem previsão de quando será liberado para atividades com bola ou de contato físico.

Titular absoluto desde a chegada do treinador, Osvaldo vê os concorrentes crescerem. Silvinho, contratado do Penapolense, fez dois gols no coletivo de quarta. O comandante aproveitou também para ver em ação Roni, destaque do Mogi Mirim no estadual, e o garoto Lucas Evangelista, promovido recentemente das categorias de base.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*