Dupla improvável, Toloi e Edson Silva ‘consertam’ defesa do São Paulo

A dupla de zaga formada por Rafael Toloi e Edson Silva será repetida pela terceira vez consecutiva neste domingo, contra o Santos. Essa é a primeira vez depois da Copa do Mundo que o técnico Muricy Ramalho escala os mesmos zagueiros em três partidas seguidas. É também a primeira vez que o setor defensivo não é criticado, principalmente por falhas em bolas aéreas. Contra o Palmeiras e Internacional, jogos em que ambos atuaram, duas vitórias, três gols marcados e somente um sofrido.

– Conheço o Toloi desde 2012. Tenho um entrosamento natural com ele. Fico feliz da defesa ser elogiada. A gente vem treinando muito bem e fica provado que, com um pouco de atenção dentro da área, a gente pode ganhar as bolas – disse Edson Silva, em entrevista ao LANCE!Net.

A parceria que tem agradado, porém, nunca foi a primeira opção do treinador. As lesões de Rodrigo Caio e Antonio Carlos somadas à ausência de Lucão, que está com a Seleção Brasileira sub-20, obrigaram Muricy Ramalho a quebrar a cabeça para montar o seu setor defensivo. Zagueiro de origem, Paulo Miranda nos últimos dois jogos atuou como lateral-direito. O resultado tem sido satisfatório.

Destaque no Figueirense em 2011, o zagueiro Edson Silva chegou ao São Paulo no ano seguinte como nome certo para uma das vagas de titular da equipe. Ele, que despertou interesse também do Palmeiras na época, acabou perdendo logo a posição e passou a ser peça frequente no banco tricolor.

Nesta temporada jogou apenas seis vezes, mesma quantidade de partidas de Rafael Toloi, que retornou ao clube no meio do ano após ficar seis meses emprestado à Roma (ITA). Será que o desempenho da dupla irá se repetir no clássico contra o Santos?

Fonte: Lance

2 comentários em “Dupla improvável, Toloi e Edson Silva ‘consertam’ defesa do São Paulo

  1. O Antonio Carlos é mais artilheiro – talvez por ter jogado como atacante antes de virar zagueiro, mas o Edson Silva é melhor defensor. O Silva carece de melhor técnica nas saídas de bola, por isso o acho meio inseguro quando joga no Morumbi e o SP toma a iniciativa do jogo, mas é mais viril, melhor nas bolas altas defensivas, e não tenta fazer o que não sabe, ao contrário do outro que se acha muito melhor do que realmente é e acaba “entregando o ouro” para os adversários. Além do mais, o ES é canhoto e fica a vontade pelo lado esquerdo. Se domingo contra o Santos ele fizer um bom jogo no Morumbi, acho que vai tomar o lugar de titular definitivo e voltar a ter a confiança que o fez um dos melhores zagueiros do brasileirão de 2011. Pra isso o Murici precisa mudar o seu jeito ranzinza e conversar com o atleta para lhe dar tranquilidade no jogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*