Dorival assume culpa pela crise do SP e encara com naturalidade as vaias

Apesar das críticas e da pressão da torcida, Dorival Júnior permanece à frente do São Paulo. Após a terceira partida consecutiva sem vitória, no empate por 0 a 0, neste domingo, no Morumbi, contra a Ferroviária, ele foi mantido cargo pela diretoria. O técnico fez questão de assumir a responsabilidade pelo mau momento e destacou o trabalho desenvolvido.

“Eu sou o treinador do São Paulo, sou responsável pelos resultados e pelo momento. Não estamos satisfeitos, mas estamos trabalhando muito. Uma equipe que coloca a bola no chão, cria, chegamos quatro vezes ao gol, não é qualquer equipe que tem dez ou 12 escanteio a seu favor”, disse Dorival.

Contratado para substituir Rogério Ceni, em julho do ano passado, ele dirigiu o time em 37 partidas (15 vitórias, 11 empates e 11 derrotas, com aproveitamento de 50,45%). O treinador acredita que poderá ver o Tricolor melhorar de rendimento e espera ter mais tempo para mostrar serviço.

“Não estou chegando em limite nenhum, chegar ao limite com jogadores estreando não bate bem. O limite para um treinador são só três meses, esse é o grande problema, temos de mudar esse contexto. Não tem como avaliar um trabalho com menos de um ano. Falo dos treinadores brasileiros, que não chegam a esse momento”, afirmou o treinador.

Dorival chegou ao São Paulo em julho do ano passado, quando a equipe estava na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com boa participação de Hernanes e o apoio da torcida, o time escapou da Série B. Neste ano, o treinador teve algumas divergências com a diretoria por conta de contratações: apenas Valdívia sido indicado por ele. Mesmo assim, negou qualquer tipo de problema com a diretoria do clube e do voto de confiança que recebeu na temporada passada.

“No pior momento, confiaram no meu trabalho, e não foi ruim. Apresentamos alguma coisa que fez com que permanecêssemos no clube. Vamos encontrar um caminho. Se deixarem o São Paulo chegar, o peso será outro”, afirmou Dorival.

Na última quinta-feira, após a derrota por 2 a 1 para o Ituano, foi realizada uma reunião entre o treinador e dirigentes do clube para discutir a situação. Antes, alguns torcedores já fizeram um protesto na porta do CT da Barra Funda para pedir a saída do técnico. Desta vez, ele foi alvo de vaias do público , que chegou a chamá-lo de burro.

“Não vejo situação desesperadora, reconheço o número baixíssimo de pontos conquistados. Ainda não é o ideal apresentado, mas a equipe cria e produz, tem paciência para jogar. Mas como resultados não aparecem, as críticas  são naturais”, disse Dorival.

 

Fonte: Uol

7 comentários em “Dorival assume culpa pela crise do SP e encara com naturalidade as vaias

  1. Alguém aí sabe de outra profissão em que o cara ganha de $ 300 a $ 500 mil por mês, o trabalho saí uma porcaria nos primeiros meses e ele diz que precisa de pelo menos um ano para apresentar resultado?

    A maioria desses técnicos são uns embusteiros. Se precisam de tanto tempo e confiram no próprio trabalho, deveriam então fazer um contrato mais modesto com bônus no fim de um ano, como fazem alguns altos executivos (CEO). Pedir para o empregador pagar até R$ 6 milhões enquanto espera por resultados é ridículo.

  2. Como eh que eh???

    “Apresentamos alguma coisa que fez com que permanecêssemos no clube. Vamos encontrar um caminho”

    Quem salvou o Sao Paulo ano passado foi o Hernanes, nao o Dorival. Acho que ele esta redondamente enganado, e de novo com o mesmo BLA, BLA, BLA.

    Dorival crie vergonha na cara e peça para sair, nao dah mais, eh muito vergonhoso o papelão que vc esta fazendo, isto eh falta de hombridade e orgulho, apenas para ganhar uma multa recisoria, vc esta acabando com sua carreira de técnico de clube grande. Pense um pouco, a vergonha na cara vale mais do que qq dinheiro.

    FORA DORIVAL……..
    FORA LECO……….

  3. Mas claro que a culpa é dele.
    Se o jogador é ruim, treina mal, joga mal, e o treinador continua o escalando, ora bolas ! A culpa é do treinador! Óbvio
    Manda embora essa noite.
    Senão tchau copa do Brasil,
    Aqui no Morumbi zero a zero contra o CRB e lá perde.

    • Tem como mandar embora o Leco ? Não tem !
      Tem como mandar embora 11 jogadores e contratar outros 11 ? Não tem !
      Então tem duas alternativas pra hoje a noite: ou manda o treinador embora ou ficamos quieto e ninguém mais fala mal do time
      Simples assim !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*