Diego Souza faz balanço positivo do ano no São Paulo

Com retorno confirmado ao São Paulo na partida desta segunda-feira, às 20h, contra o Sport, no Morumbi, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, Diego Souza faz a última partida do ano em casa.

Artilheiro do Tricolor com 16 gols no ano, o camisa 9 teve uma temporada agitada. Já consolidado como referência do São Paulo em 2018, Diego Souza faz um balanço positivo.

– Houve uma queda de produção que nos tirou da briga pelo título, mas o ano foi bem proveitoso – resumiu o atacante, que por muito pouco não deixou o time a caminho do Vasco.

– O início foi dificil. Não só para mim como para a maioria dos jogadores que chegaram. Não conseguimos encaixar logo como equipe, teve a perda de um treinador logo cedo. Acabei ficando fora e quase saí realmente – relembrou Diego Souza.

Depois da quase saída, no começo do trabalho de Diego Aguirre, demitido recentemente, Diego Souza deslanchou como principal arma ofensiva do Tricolor.

– Quando eu consegui virar a página, graças a Deus dei a volta por cima, fiz os gols – completou.

Dos 16 gols de Diego Souza na temporada, 12 foram marcados no Brasileirão, no qual o jogador atingiu a marca de 100 gols marcados desde 2003.

 

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Diego Souza faz balanço positivo do ano no São Paulo

  1. Esse trio notavel Rai e cia deveria proibir os jogadores do sao paulo de dar entrevista seja aonde for, pq falam d+ e jogam d-, se vangloriam de ter levado o time a libertadores quer dizer ainda pode ficar de fora da libertadores fase de grupos pq do jeito que esta vai disputar a pre libertadores e para um time que perdeu para um tal de Colon nao sei nao.
    Mas tb se for para dar vexame na fase grupos que nem entre, nos poupa de mais gozacoes, de humilhacao.

  2. Sem dúvida é uma evolução em relação aos últimos anos ou ninguém se lembra da contagem contra o rebaixamento que alguns torcedores fizeram aqui no início do campeonato?

    “Dentre os grandes és o primeiro,” não o único. E há times grandes por aí com mais dinheiro de TV, mais dinheiro de patrocínio, mais torcida etc. Logo, estar entre os primeiros é sim um bom resultado.

    E quem via risco de rebaixamento não deveria reclamar de pré-Libertadores…

  3. Bem positivo mesmo… Eliminado na semi final do Paulista de novo pelo Corinthians.

    Eliminado precocemente da Copa do Brasil pelo Atlético PR dentro do Morumbi.

    Eliminado precocemente da Sul Americana por um timeco de 5°categoria da Argentina Colon…

    Derrotado 3 vezes pelo Palmeiras este ano.

    Despencou no 2°turno do Brasileiro depois de liderar ,o 1°turno , nem vaga garantida entre os 4°primeiros conseguiu assegurar ..

    Realmente o ano é bem positivo , este é o pensamento medíocre que domina o São Paulo F.C a anos .Enquanto somos mero coadjuvantes , os rivais comemoram títulos ,e nós nos contentamos com vaga na Libertadores.

  4. Se for pensar que nos 2 ultimos anos 2016 e 2017 brigamos para nao cair houve uma evolucao mas muito pouco pela grandeza que é o nosso tricolor, somos considerados a 4a força em sao paulo, e no Brasil somos a 7a força em titulos, e para ver como estamos tao mal, 2015 Curintias campeao, 2016 palmeiras campeao, 2017 curintias de novo e 2018 parmera de novo, e nos?, vergonhoso isso, ate o Santos que apesar de estar entre os grandes é um clube do interior, tem 8 titulos e 1 copa do Brasil coisa que inadimissivel que nao tenhamos ainda, entao tem alguma coisa errada, e isso se chama gestao, direcao tudo de pior, mas muitos irao dizer mas somos unicos 3 mundial é mas de que adianta isso, ja faz muito tempo, ficou para historia, a propria FIFA considera o unico Bi Mundial é as galinhas, que para mim essa entidade corrupta nao significa nada.
    Mas a instituicao sao paulo precisa se levantar pq senao daqui a pouco seremos mais nada.

  5. É muito pouco positivo para o SPFC em 1 ano todo apenas se classificar para a Libertadores pra quem não comemora um mísero título há anos.
    Não sou daqueles que não gostam do Diego Souza, mas um cara que chegou em Janeiro e que quase saiu do SPFC em março sendo contratado por 10 milhões é pra acabar.
    Gostaria de saber qual foi a conversa na contratação do jogador pro cara querer ir embora 3 meses depois.
    O único ponto positivo deste ano foi não brigar na parte de baixo da tabela.
    Apesar dos desfalques que o Aguirre teve por vários motivos, ficou nítido que os jogadores perderam àquela garra , determinação física e tática que marcaram o SPFC enquanto buscou e assumiu a liderança do campeonato.
    Houve um racha quê culminou com a queda de desempenho da equipe , e quem comanda o vestiário ou deveria comandar não detectou isso a tempo.
    O Raí terá que trabalhar dobrado e com resultados positivos rápidos pra não ser o próximo escudo do Leco a cair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*