Desfigurado, São Paulo recebe Atlético-PR na volta de Muricy

Passados três jogos com o interino Milton Cruz, o São Paulo volta a atuar nesta quarta-feira sob comando de Muricy Ramalho, que passou mais de uma semana afastado após sofrer de arritmia cardíaca por estresse. O adversário no Morumbi, a partir de 19h30 (de Brasília), será o Atlético-PR, equipe que vem abalada pela derrota para o arquirrival Coritiba.

Apesar do difícil triunfo sobre o Grêmio em Porto Alegre, o São Paulo também tem problemas. Muitos, a propósito. Ao todo, incluindo o zagueiro Rodrigo Caio, que só voltará a atuar na próxima temporada, são nove os desfalques. Três zagueiros (Rafael Toloi, Edson Silva e Lucão), dois laterais (Álvaro Pereira e Reinaldo), um volante (Souza), um meia (Kaká) e um atacante (Ademilson). Uma lista que Muricy não pretendia ter logo em seu retorno.

“Se o meu médico soubesse disso, pediria para eu ficar mais uma semana em repouso”, disse, rindo. “Os médicos fizeram todos os exames e, felizmente, não tenho nada no coração. Era estresse mesmo. Acredito que isso aconteceu porque me sinto responsável quando o time perde. Tenho uma identidade muito grande com o clube e isso se transformou em estresse. Mas estou bem de novo e pronto para trabalhar”.

O trabalho começou na segunda-feira à tarde, quando comandou atividade com bola no CT da Barra Funda. Os substitutos para os desfalques entre os titulares, no entanto, não foram revelados, já que, no dia seguinte, o treinamento foi fechado para a imprensa. As principais dúvidas ficam no meio-campo. Sem Souza e Kaká, ambos convocados para a Seleção Brasileira, ao menos três jogadores disputam duas vagas: Hudson, Maicon e Luis Fabiano. Se for o centroavante a escolha de Muricy, Alan Kardec poderia atuar mais recuado.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Muricy Ramalho volta ao comando do time paulista depois de ter sofrido de arritmia cardíaca por estresse

No Atlético-PR, a derrota no clássico manteve o time em uma posição incômoda, sem conseguir deslanchar e entrar no grupo dos dez primeiros colocados e, ao mesmo tempo, mantendo o time em uma distância perigosa a zona de rebaixamento. O momento, aliás, se mostrar ruim pelo retrospecto nas últimas rodadas. Desde a chegada do técnico Claudinei Oliveira, foram oito partidas e um aproveitamento de 29% que, comparado ao de equipes que vêm atrás, tornam ainda mais preocupantes as perspectivas.”Teremos, dos próximos seis jogos, quatro fora de casa. Teremos mais dificuldade para pontuar, mas nada impede que possamos vencer qualquer adversário dentro ou fora de casa. Temos que dar confiança aos nossos atletas e buscar vitórias”, afirmou o comandante rubro-negro, ciente da necessidade de encaixar uma boa série. “Precisamos de uma sequência de vitórias para fazermos uma pontuação e ficarmos tranquilos”, acrescentou.

Para esta quarta-feira, Claudinei não contará com o volante Deivid, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática. João Paulo, Otávio e Paulinho Dias são as opções para a vaga. Já o atacante Douglas Coutinho se apresentou à Seleção brasileira sub-21, o que deve forçar a volta ao 44-4-2, apenas com Marcelo e Cléo na frente e a entrada de mais um meia. Enquanto isso, o atacante Dellatorre segue vetado pelo departamento médico com uma entorse no tornozelo.

Arte GE.Net

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X ATLÉTICO-PRLocal: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 8 de outubro de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Marcos Welb Rocha (BA)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Auro, Paulo Miranda, Antônio Carlos e Michel Bastos; Denilson, Hudson, Maicon (Luis Fabiano ou Osvaldo) e Ganso; Alexandre Pato e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton (Mário Sérgio), Cleberson, Gustavo e Natanael; João Paulo (Otávio), Hernani, Sidcley e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo
Técnico: Claudinei Oliveira

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*