CT do São Paulo será devolvido à Prefeitura de SP em 2022, diz Haddad

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou nesta quarta-feira, durante evento público em São Paulo, que os centros de treinamento do São Paulo e do Palmeiras, localizados na avenida Marquês de São Vicente, na Barra Funda (zona oeste), serão transformados em parques públicos assim que terminar o prazo de concessão das duas áreas. O CT tricolor tem concessão até 2022.

Já o Palmeiras tem permissão da Prefeitura para utilizar o local até 2078.

A declaração foi dada durante visita de Haddad a uma comunidade da região da Água Branca.

O prefeito sancionou hoje a lei da Operação Urbana Água Branca, que prevê uma série de obras na região nos próximos anos.

Os CTs dos dois clubes estão dentro do perímetro da operação e irão se transformar em parques assim que terminar a concessão.

“A concessão não vai ser renovada, vai ser respeitada, mas não vai ser renovada porque aí a cidade se apropria da área pública como espaço público. Tanto aquele enorme terreno da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), quanto os dois centros de treinamento, no futuro passam a integrar os equipamentos públicos da Água Branca”, disse o prefeito.

A lei que regulamentou a Operação Urbana Água Branca e que previa a devolução dos CTs foi aprovada pela Câmara Municipal em 8 de outubro.

A intenção da prefeitura é valorizar a região e atrair moradores.

“As margens do Tietê tem muito pouco morador, mas é um espaço nobre da cidade. Estamos falando de uma região que tem o tamanho da ilha de Manhattan [em Nova York] e praticamente não se tem moradores aqui. Espero que as margens do Tietê sejam a nova centralidade da cidade de São Paulo, a exemplo do que aconteceu com o rio Pinheiros.”

 

Fonte: Uol

4 comentários em “CT do São Paulo será devolvido à Prefeitura de SP em 2022, diz Haddad

  1. Já passou da hora de regularizar isso. Não faz sentido patrimônio público ser emprestado para entidade privada. As contrapartidas são para inglês ver. Só lamento o tratamento desigual, o Palmeiras deveria sair também e o Ministério Público deveria fazer as galinhas pagar pelos títulos doados pelo Kassab

  2. Bom, se o terreno é do governo e deve ser devolvido, azar do SP que fez merda em construir onde não deve. Por que não compra o terreno?

    De que adianta reclamarmos de políticos fazendo palhaçada com nossa grana se apoiamos atitudes erradas do nosso clube? O errado não passa a ser certo só porque veste vermelho, branco e preto.

  3. Se a torcida toda do São Paulo FC resolver votar todos em um candidato só que prometa deixar o CT por lá, já era sr. prefeito.

    Vamos ver se este cara vai se reeleger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*