Cruzeiro desafia São Paulo em duelo dos melhores nos pontos corridos

Desde a implantação dos pontos corridos em 2003, os times que têm mais se destacado no Campeonato Brasileiro em todos esses anos são justamente Cruzeiro e São Paulo, que juntos venceram cinco das 11 edições até o momento. Pode-se dizer que o jogo de domingo, às 16h, em Uberlândia, marca o duelo entre as duas melhores equipes neste tipo de disputa e de dois dos principais candidatos ao título desta temporada.

Historicamente, Cruzeiro e São Paulo têm obtido bons resultados no Brasileirão neste formato e são os times que mais vezes disputaram as primeiras posições. O time mineiro é o que mais rodadas ficou na liderança somando todas as edições, enquanto o tricolor paulista vem na segunda colocação.

Em termos de pontos, o São Paulo leva vantagem com 746 contra 701 do Cruzeiro, que é o segundo colocado. Os dois também são os maiores vencedores, com 212 e 205 triunfos, respectivamente.

O reflexo das boas campanhas também é observado no número de títulos. Com o tricampeonato entre 2006 e 2008, o São Paulo é o maior vencedor do Brasileirão na era de pontos corridos. Campeão em 2003 e no ano passado, o Cruzeiro é o único time fora do eixo Rio São Paulo que conquistou o torneio desde então e está empatado com Fluminense e Corinthians com duas conquistas, mas tem um desempenho melhor que os rivais.

As equipes também foram as que mais conseguiram se classificar para a Libertadores através do Brasileirão. Nas 11 edições, o São Paulo buscou a vaga para o torneio continental em sete ocasiões. O Cruzeiro, com seis classificações, vem na segunda colocação. Fluminense e Grêmio, com cinco cada um, são os outros times que mais vezes terminaram entre os primeiros colocados.

Ao contrário de muitos rivais, os dois clubes pouco sofreram com ameaças de rebaixamento neste período. O Cruzeiro só viveu uma grave ameaça em 2011, quando se safou com uma goleada sobre o Atlético-MG, por 6 a 1, na última rodada. Já o São Paulo teve um péssimo início de campeonato na última temporada, mas deu a volta por cima e terminou a competição com certa tranquilidade, na nona colocação.

Os números positivos credenciam os dois times a lutarem por mais Brasileirão e serem apontados como favoritos. O Cruzeiro pelo retrospecto e pelo bom momento, já que é o atual campeão e possui o elenco que é considerado o melhor do país. Já o São Paulo mais pelo retrospecto e o potencial da equipe, que conta com jogadores renomados como, Rogério Ceni, Alexandre Pato, Paulo Henrique Ganso e Luis Fabiano, além do técnico Muricy Ramalho, que foi responsável pelos três títulos do tricolor.

Ciente da importância da partida, principalmente por se tratar de um provável concorrente direto, o técnico Marcelo Oliveira optou por escalar força máxima no próximo domingo mesmo tendo um compromisso decisivo contra o Cerro Porteño, pela Libertadores, apenas três dias depois, quando o Cruzeiro terá que vencer fora de casa para buscar a vaga.

“O jogo com o São Paulo é um jogo fundamental para o Campeonato Brasileiro. Em um campeonato de pontos corridos é importantíssimo você, desde a primeira rodada, estar jogando com toda a intensidade e buscando pontuar porque esses pontos, lá no final do campeonato, vão fazer muita diferença”, disse Marcelo Oliveira ao site oficial do clube.

o São Paulo costuma ser um rival indigesto para o time celeste, principalmente nos pontos corridos. Até o momento foram 22 jogos disputados, com 12 vitórias são-paulinas, sete empates e apenas três triunfos celestes. Em casa, o time não vence o rival desde 2004. Em Uberlândia, palco do jogo deste domingo, eles já se enfrentaram em 2010 e o tricolor também venceu por 2 a 0.

O goleiro Fábio, que participou de 20 desses confrontos, acredita em mais um jogo complicado. “O São Paulo é sempre difícil, a gente sabe que a cada ano as situações são diferentes, mas acho que será um jogo difícil, como é o Brasileiro todo, independentemente das equipes. Temos que aproveitar o máximo esses jogos para fazer pontos e nos manter entre os primeiros, como fizemos no ano passado. Um jogo que mesmo fora do Mineirão é mando nosso e temos que fazer valer para confirmar os pontos conquistados contra o Bahia fora”, afirmou.

O meia-atacante Ricardo Goulart também quer o time se impondo mesmo atuando ‘fora de casa’. “A gente sabe que a nossa casa é o Mineirão, a gente vai jogar em Uberlândia, a gente sabe da grandeza desse jogo, nossa equipe está forte e vem de resultado positivo, esperamos fazer os três pontos”, destacou.

O camisa 28 relembra da vitória do ano passado, em pleno Morumbi, quando venceu por 3 a 0 e quebrou um tabu de nove anos sem vencer o rival na competição, para voltar a triunfar como mandante diante dos paulistas. “O futebol é jogado, a gente foi no Morumbi e ganhamos de 3 a 0. Poderíamos fazer gol e mudar a história do jogo no Mineirão, ano passado foi outra história, esperamos vencer e dar a sequência no Brasileiro”, ressaltou.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.