Com Tricolor na final, Ney condena nervosismo no começo da partida

Empate por 0 a 0 com a Universidad Católica, vaga garantida na decisão da Copa Sul-Americana, festa da torcida no Morumbi. Apesar de satisfeito com o objetivo alcançado, o técnico Ney Franco observou falhas na equipe do São Paulo na partida realizada na noite desta quarta-feira. Para o comandante são-paulino, alguns jogadores erraram ao tentar intimidar a arbitragem no começo da partida. Isso, por pouco, não comprometeu o planejamento da equipe.

– Faltou equilíbrio em alguns momentos. Perdemos o foco em alguns lances com a arbitragem. Tomamos três cartões amarelos, sendo que dois foram para os nossos volantes, que são responsáveis pela proteção do sistema defensivo. Por isso, no intervalo, eu primeiro conversei coletivamente com o grupo e depois falei individualmente com os nossos volantes. O time voltou bem mais equilibrado e retomou o controle da partida. Mas isso não pode voltar a acontecer – disse o treinador.

Ney Franco admitiu que já esperava por uma partida bastante complicada e voltou a elogiar o goleiro rival Tosselli, um dos destaques da disputa.

– Pelo que a nossa equipe jogou em Santiago, passou-se a impressão errada de que a partida seria muito fácil. A Católica entrou para jogar no nosso erro. Acredito que em alguns momentos tenha faltado toque de bola, mas, mesmo assim, criamos várias chances. E, como já havia acontecido na primeira partida, o goleiro fez grandes defesas e evitou a derrota – ressaltou.

O comandante são-paulino prefere não escolher adversário na decisão da Copa Sul-Americana. Nesta quinta-feira, Millonarios, da Colômbia, e Tigre, da Argentina irão se enfrentar em Bogotá para definir quem será o adversário do Tricolor. No primeiro jogo, disputado na Argentina, houve empate por 0 a 0.

– Prefiro não escolher. Cada adversário tem sua característica. O Millonarios tem um estilo de jogo parecido com o nosso, prioriza o ataque. Vamos esperar e nos preparar da melhor maneira – finalizou.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*