Com time reserva, São Paulo pega Ponte para afastar crise

Depois de uma semana bastante tumultuada, o São Paulo encara a Ponte Preta neste domingo, às 16h, pela décima rodada do Campeonato Paulista, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Buscando se afastar da crise, o Tricolor irá jogar com o time praticamente composto por reservas.

Com o pensamento voltado para o confronto da próxima quarta-feira diante do San Lorenzo, pela terceira rodada da  fase de grupos da Libertadores, o técnico Muricy Ramalho resolveu poupar os titulares. O goleiro Rogério Ceni foi o único confirmado e viaja com o restante da delegação para Campinas. Havia expectativa de Renan Ribeiro fazer a estreia no gol, mas o técnico decidiu manter o camisa 1 na meta.

Para conquistar a sétima vitória no Estadual, Muricy Ramalho conta com o atacante Cafu, que conhece muito bem o adversário. Destaque da equipe campineira durante a Série B do ano passado, o jogador quer aproveitar a chance e espera corresponder às expectativas do treinador dentro de campo para brigar por uma vaga no time principal. “Queridinho” de Muricy, Rodrigo Caio treinou com bola pela primeira vezes após sete meses e deve ficar à disposição.

Por outro lado, a Macaca ganhou três reforços para o duelo e vai com força máxima para cima do time do Morumbi. O técnico Guto Ferreira conta com a volta de Bruno Silva, Roni e Rildo. Os dois primeiros cumpriram suspensão na rodada passada e foram confirmados na equipe titular. Com contrato com o Tricolor até maio de 2018, Roni irá enfrentar o ex-time pela primeira vez. Segundo a Ponte, não existe nenhuma cláusula que impeça o jogador de atuar neste domingo. O atacante Rildo se recuperou de lesão muscular e participou normalmente do último treino. O jogador deve começar nos banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

LOCAL: Moisés Lucarelli, Campinas (SP)
DATA-HORA: 15/03/2015, 16h (Horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxliares: Bruno Salgado Rizo e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

PONTE PRETA: João Carlos; Rodinei, Tiago Alves, Pablo e Jeferson (Rodrigo Biro); Fernando Bob, Bruno Silva, Renato Cajá e Roni; Biro Biro e Wellington. Técnico: Guto Ferreira

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Paulo Miranda, Lucão e Edson Silva; Auro, Hudson, Thiago Mendes e Boschilia; Cafu, Alan Kardec e Ewandro. Técnico: Muriy Ramalho

 

Fonte: Lance!net

3 comentários em “Com time reserva, São Paulo pega Ponte para afastar crise

  1. O time das duas
    republicas vai com o time considerado reservas, ja foi no meio da semana,
    esses come e dorme,
    se acomodam e quando va’o jogar se acomodam.

    o nosso carrasco jogou com os titulares, e’ claro eles querem ao menos
    fazer um racha’o de luxo, detalhe va’o viajar e jogar fora na terca.
    Murici, voce ja era, se fosse ta’o Murici, teria um time no ponto, treinadinho
    e confiante, infelizmente voce assinou seu desrespeito para com o torcedor
    a fundar sua republica dentro de outra.
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Se depender desse jogo contra a ponte para afastar esse possivel crise podem esquecer, se o time titular esta uma draga imagina o reserva, e vai jogar fora contra um time que é segundo no grupo que ja ganhou 5 e so perdeu 1, nao acredito que o nosso ganhe da ponte, se empatar ja estara no lucro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*