Cogitado na reserva em Buenos Aires, Ganso embarca em silêncio

Vaiado pela torcida são-paulina no primeiro duelo com o San Lorenzo, Paulo Henrique Ganso pode começar no banco de reserva a segunda partida contra os argentinos, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Talvez por isso, o meia embarcou em silêncio na manhã desta terça-feira rumo a Buenos Aires.

“Não vou falar”, avisou o jogador, quando abordado pelos jornalistas, no saguão do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Duas são as opções imediatas para substituí-lo: Boschilia e Ricky Centurión. O primeiro, formado nas divisões de base do clube, tem correspondido quando escalado no Campeonato Paulista. O argentino, embora prefira atuar pelo lado esquerdo, também pode ficar responsável pela armação no meio-campo. Thiago Mendes seria a alternativa menos provável.

SPFC – Site Oficial

Meia são-paulino optou por não conceder entrevista ao aparecer no Aeroporto de Guarulhos, nesta terça

“É um jogo que todo mundo quer jogar, mas o Muricy (Ramalho, treinador) não falou a escalação, ainda vou esperar a decisão. Quem jogar vai dar seu máximo”, disse Boschilia.

Não é apenas Ganso quem corre risco de deixar a equipe titular. Na sexta-feira passada, Muricy antecipou que faria mudanças. “Não dá para continuar assim”, justificou o comandante, dois dias depois da derrota de 3 a 0 para o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista, a terceira derrota em quatro clássicos no ano.

O zagueiro Dória e o atacante Luis Fabiano, ambos em recuperação, ficaram na capital paulista, a exemplo do volante Rodrigo Caio, que acabou de voltar da Seleção Brasileira sub-20. Já o atacante Alan Kardec não seguiu viagem com a delegação por conta do nascimento de sua filha na manhã desta terça-feira, mas embarcará em outro voo.

O São Paulo ocupa a segunda posição do grupo 2 da Copa Libertadores, com seis pontos, três a mais do que San Lorenzo, rival desta quarta-feira, em confronto marcado para 19h45 (de Brasília), no Nuevo Gasómetro. Ainda nesta noite, o elenco faz treino de reconhecimento.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Cogitado na reserva em Buenos Aires, Ganso embarca em silêncio

  1. Ganso, incompetencia e’ assim mesmo.
    Voce e’ armador e fazem voce trabalhar como volante,
    Quem manda e’ o dono da republiqueta murici,
    que na’o treina, so’ conversero, ainda quer transferir responsabilidade.
    O que tiver que ser sera’.
    Vamo esperar pra ver oooooooooooo
    Se murici escalar Boschila que gosto muito, mas na’o e’ sua hora,
    ele podera’ se queimar, porem ja esta queimado literalmente,
    na’o acredito mais, ele na’o trabalha quer arrumar somente baguncando mais.
    Se der certo salvara’ sua pele e dessa comissa’ozinha incompetente.
    Nunca vi em toda minha vida de torcedor sampaulino situacao mais ridicula
    e humilhante.
    Tirar Ganso e’ um tiro no pe’, na’o que Ganso esteja jogando bem, mas esta dentro do parametro dos outros, tipo Ceni, essa merda dos alas av laranjeiras, o retardado do toloy, o ausente doria, denilson, soza, luisito pipokkka, Bastos, Centurion, Pato e Kardek, a maioria nivelada por baixo porque na’o tem exquema tatico ou outro qualquer, porem se der certo, vou pagar pra ver,
    Ganso peca pra sair, alias se for verdade e’ uma injustica,
    nem uma carta na manga, mas uma trairagem exorbitante de quem esta’
    quebrando todos os parametros inexistentes, querendo tirar o seu da reta e colocando o de terceiros.
    ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*