Centurión relata desentrosamento e sofrimento: ‘Não me entendem’

O meia-atacante argentino Ricardo Centurión deu um depoimento alarmante acerca de sua situação no São Paulo. Em entrevista à TV Fox da Argentina, a contratação mais cara do Tricolor para 2015 (R$ 13 milhões) relatou sofrimento, desentrosamento com os companheiros e dificuldade para se adaptar à capital paulista.

– Estou sofrendo muito na minha estadia aqui. Faço a parede e não me entendem. Faço jogadas que não esperam e por isso perco a bola. Ainda não me entendo pessoalmente com meus companheiros. Sinto falta do Racing. Tinha me encontrado com uma ideia lá e aqui é tudo muito novo, muito difícil. Não tenho sintonia com meus companheiros ainda. E viver aqui é complicado. Vivo em uma bolha, vou da casa para o treino todo dia. É uma cidade muito grande, com muito trânsito a qualquer hora – afirmou o camisa 20 do São Paulo.

As declarações de Centurión ajudam a explicar, de certa forma, seu comportamento no dia a dia do São Paulo. O argentino faz tudo para evitar a imprensa e deixa as partidas sempre com semblante cabisbaixo, mas com pressa. Fala muito, muito pouco nos treinos ou na concentração com seus companheiros, como alguns jogadores já tinham relatado, e o técnico Muricy Ramalho, antes de deixar o comando do time, havia citado. Recusa todos os convites da imprensa brasileira para entrevistas exclusivas.

Recentemente, o jogador se envolveu em uma polêmica. Após a partida contra o San Lorenzo (ARG), em Buenos Aires, estendeu a passagem na capital de seu país por mais um dia além do restante do grupo. Resultado: não se reapresentou no dia combinado, sendo visto em uma balada na noite anterior, quando foi fotografado ao lado de uma modelo.

Apesar do momento complicado, pessoal e do time, o argentino tenta criar ânimo para o duelo da próxima quarta-feira, contra o Corinthians, pela Libertadores. O meia-atacante, que tem chance de ser titular no embate, falou em tom de revanche.

– O Corinthians quer nos eliminar. Há muita rivalidade por aqui. Se eles conseguirem nos eliminar, imagine o que pode ser. Já ganharam da gente e queremos uma revanche – afirmou.

Fonte: Lance

9 comentários em “Centurión relata desentrosamento e sofrimento: ‘Não me entendem’

  1. Na’o querem te entender.
    Quem tinha osvaldo que era inutil,
    agora tem Rikardo e o colocam em minutos finais,
    ???? vamos esperar o que ????????
    Ainda querem que os atakantes fassam
    as funcoes desses volantes que na’o marcam
    nem cercam galinhas.
    Vai +

  2. Por favor, nem tente entender esses “craques” aí. Vai desaprender a jogar futebol. Calma, um dia alguem vai contratar jogadores que realmente jogam futebol para por do seu lado.

  3. tanto nego nessa diretoria e não poem ninguém para auxiliar o único jogador que tenta alguma coisa e se dedica durante a partida… quanto amadorismo na nossa diretoria, sera que algum dia vamos ter uma diretoria decente? já perdi as esperanças.

  4. Isso é um absurdo. Um jogador de fora ser contratado e não haver um profissional no clube que trate de melhorar / acelerar a adaptação do atleta. Além disso, essa notícia já está no Olé há dias e parece q é novidade para o SPFC!!! um jogador bem adaptado é um jogador mais produtivo.

  5. Centurion, não é só você que não entende as jogadas – os jogadores não entendem também.

    Na verdade, são jogadores muito ruins, mal treinados e que não conhecem porra nenhuma de futebol.

    Não tem parede, jogada de linha de fundo, coletivo….nada.

    Fique tranquilo, o problema é o elenco e não você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*