Ceni descarta clima de “já ganhou” e cobra outra vitória do Tricolor

A goleada por 5 a 0 sobre o Bolívar na primeira partida da pré-Libertadores deixou o São Paulo em uma situação extremamente confortável para o segundo jogo contra o adversário. Porém, antes do embarque para a Bolívia, no início da tarde desta segunda-feira, o goleiro Rogério Ceni assumiu seu papel de líder para conter qualquer clima de euforia no elenco e ainda cobrou um novo triunfo diante do oponente.

“É uma boa vantagem, mas vamos lá para jogar e tentar uma segunda vitória. Nosso time está começando o ano e precisa de resultados positivos para ganhar mais confiança”, ponderou o atleta, no saguão do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

A vantagem é tão grande que, mesmo se não balançar as redes, o São Paulo pode perder por até 4 a 0 na Bolívia e se classificar. Para ficar ainda mais tranquilo, caso faça gol, o Tricolor tem obenefício de avançar até em caso de derrotas por cinco de diferença. Mas nada disso muda o discurso de Rogério Ceni.

“Não tem nada de ‘já ganhou’. O fato é que ganhamos o primeiro jogo e temos uma vantagem. Agora, vamos começar uma partida do início, encarando como se estivesse 0 a 0 e tentando uma vitória. Um time como o São Paulo tem de jogar sempre para vencer”, afirmou.

O destino do São Paulo na viagem desta segunda-feira é Santa Cruz De La Sierra, cidade com apenas 416 metros de altitude. Na quarta-feira, o time seguirá para o local do jogo, La Paz, que fica 3.660 metros acima do nível do mar. A delegação só chegará à capital boliviana menos de cinco horas antes do início do confronto contra o Bolívar.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*