Ceni convoca a torcida do São Paulo para encher o Morumbi

Na volta contra o Flamengo, depois de seis meses parado por lesão no ombro direito, Rogério Ceni foi escalado. Foi dele a resposabilidade de ser o capitão do time. No vestiário, deu preleção e empolgou os jogadores.

– É um momento que você tem que trazer os caras para você, fazer com que confiem no que você está falando e acreditem. É algo muito natural e de momento. Não sou uma pessoa daquele jeito no dia a dia. É o momento que requer. São os 30 segundos ou um minuto que antecede algo importante na vida de cada um. É como vejo a vida: hora de competir é hora de competir. Na hora de fazer o melhor, é hora de fazer o melhor. Como quero fazer o melhor sempre – revelou o camisa 01, na chegada da delegação, que deixou Salvador pela manhã, em São Paulo.

Com Ceni em campo, o torcedor se empolgou a garantiu o maior público do Morumbi no Brasileirão este ano. Foram 33.376 mil nas arquibancadas, o que o goleiro espera que se repita neste domingo, diante do Sport:

– Temos que trazer o torcedor para o nosso lado por meio da luta e do resultado. Claro que muito do resultado reflete o que você fez dentro do jogo. O sucesso, para mim, não se mede pela vitória, mas pela entrega que você vem fazendo o seu melhor e o nosso melhor está coincidindo com vitórias. Isso deve fazer com que o torcedor comece a confiar mais, acreditar e comparecer em número maior aos nossos jogos.

Assim como foi diante do Flamengo, contra o Bahia Ceni também sentiu dores no ombro direito, mas em menor proporção. Por isso, ele já está confirmado para domingo. No início da semana, chegou a ficar em tratamento após o retorno, mas viajou e esteve na estreia da Sul-Americana, quando fez gol de falta.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*