Bauza prepara descanso para Lugano se recuperar bem e ter sequência

Diego Lugano reestreou pelo São Paulo na vitória por 1 a 0 sobre o Rio Claro, domingo, no Pacaembu. Participou da partida inteira, mostrou disposição para defender e ajudar no ataque, sofreu pênalti não marcado (veja abaixo), gritou, fez faltas, levou cartão amarelo e deixou o gramado inteiro, sem dores. Ainda assim, deverá ser poupado quarta-feira, diante do Novorizontino, também no Pacaembu, pelo Paulistão.

– Estamos todos contentes com a volta do Lugano. Desde que chegou, estava sendo preparado para essa partida. Por sorte, terminou sem problemas. Vamos esperar as próximas 48 horas para ver se joga quarta ou se vai descansar para sábado (contra a Ponte Preta, em Campinas) – disse o técnico Edgardo Bauza.

Lugano entende a preocupação do treinador e diz que não vê problemas em ser poupado. Ele lembra que não jogava uma partida inteira havia dois meses, pelo Cerro Porteño, do Paraguai.

– Patón falou que, neste início, não queria me expor para jogar em sequência, porque venho me recuperando em janeiro. Ele quer que eu vá mais devagar. Acho que está certo. Estou aqui para ajudar e ser mais um – afirmou o zagueiro.

Se dependesse da torcida tricolor, porém, Lugano jogaria todas. O anúncio do uruguaio no sistema de som do Pacaembu foi comemorado pela maioria dos 7.709 torcedores no estádio.

Cada toque do defensor nos primeiros movimentos foi motivo de festa. Ele voltou a levantar os são-paulinos quando recebeu um cartão amarelo aos 46 minutos do segundo tempo, em falta para parar um contra-ataque do adversário.

Depois da longa negociação entre Cerro Porteño e São Paulo, Lugano iniciou os treinamentos no dia 13 de janeiro. A última atuação do defensor de 35 anos pelo Tricolor foi em 2006. Seu contrato vale até junho de 2017.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Bauza prepara descanso para Lugano se recuperar bem e ter sequência

  1. No lance do cartão amarelo do Lugano nem falta foi. O árbitro exagerou apenas por ser o Lugano.
    Agora, depois de um joguinho meia-boca como o de ontem em que o Lugano nem sequer correu pra valer, precisar descansar, melhor deixa-lo como auxiliar do técnico – quem sabe melhora a performance do treinador…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*