Bauza minimiza crise no São Paulo, diz que Michel volta e explica capitão

O técnico do São Paulo, Edgardo Bauza, considera que a crise pela qual a equipe passou nos últimos dias foi superestimada. Em entrevista coletiva concedida após a vitória por 1 a 0 sobre o Rio Claro, neste domingo, no Pacaembu, pelo Paulistão, o treinador garantiu que o clima no vestiário é tranquilo, apesar dos atrasos no pagamento dos direitos de imagem e dosprotestos da torcida.

– Passei por esse tipo de situação muitas vezes na minha vida. Essa foi uma discussão pequena. Acho que a coisa tomou uma dimensão muito grande. Tratei de tranquilizar os atletas nesta tarde e canalizar toda a energia para a partida de hoje – afirmou.

Para Bauza, a equipe foi bem contra o Rio Claro, mas não conseguiu concluir as jogadas que criou. Ele se apega à posse de bola (58% a 42%) para dizer que o time dominou a partida.

– Creio que assumimos o protagonismo, tivemos a bola por muito tempo e poderíamos ter definido a partida antes, mas não conseguimos concretizar em gol. Vi a equipe superior ao rival, que até tentou, pois é uma equipe com boa circulação de bola, mas os controlamos bem.

Bauza aproveitou para confirmar o que o vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro disse sobre Michel Bastos. O meia, que não foi relacionado para a partida, foi apenas poupado. O jogador virou alvo de protestos da torcida, mas segue com a confiança do treinador, que confirmou sua escalação na quarta-feira, contra o Novorizontino.

Por fim, o treinador argentino falou sobre a estreia de Lugano e explicou porque não o escolheu como capitão para a partida.

 Confira abaixo os principais tópicos da entrevista coletiva de Edgardo Bauza:

Barração de Michel Bastos

– A decisão de não escalar Michel Bastos, como qualquer outro do resto do plantel que não jogou, é uma decisão técnica. Os que começam a partida são os 11 que eu melhor vejo para a partida. Para esse jogo, me pareceu que os 11 melhores eram os que começaram. Não há nenhuma outra razão.

Atuação do time

– Creio que assumimos o protagonismo, tivemos a bola por muito tempo, poderíamos ter definido a partida antes, mas não pudemos conseguir concretizar em gol. Vi a equipe superior ao rival, que tentou, pois é uma equipe com boa circulação de bola, mas os controlamos bem.

O clima no vestiário

– Passei por esse tipo de situação muita vezes na minha vida. Essa foi uma discussão muito pequena. Acho que a coisa tomou uma dimensão muito grande. Os atletas falaram sobre isso. Tratei de tranquilizá-los nesta tarde e canalizar toda a energia para a partida de hoje.

Salários atrasados

– A diretoria já falou que vai tratar de acertar, e os atletas se reuniram e disseram que vão esquecer isso e jogar a partida. É um problema que já passou.

Lugano

– Estamos todos contentes com a volta de Lugano. Ele acrescenta segurança e liderança à equipe. Saiu de campo sem dor e bem fisicamente. Agora vamos reavaliá-lo para saber se poderá jogar quarta-feira ou só no sábado.

Denis capitão

– Acho que o capitão deve ser titular em todas as partidas. Não pode ser alguém que jogue jogo sim, jogo não. É provável que Lugano não possa jogar quarta. Então, escolhi o Denis, que é experiente e titular sempre.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Bauza minimiza crise no São Paulo, diz que Michel volta e explica capitão

  1. Esse Bauza é um grande enganador. Não é culpa dele o que está fazendo no SP. Culpados são o Gustavo (3%) e o Antaíde que, depois de grande estudo de caso, resolveram que o melhor para o tricolor seria a contratação dele. Esse é o jeito dele, Patão, ver o futebol (não entende nadinha). Pior é sua burrice de insistir com seu compatriota Centú – uma verdadeira patriotada…

  2. AGORA SO FALTA ELE COLOCAR DE CAPITAO O SEU QUERIDINHO E ALGO A MAIS O S/TURION JOGAR NADA ESPERO Q ESSA DIRETOIA POSSA ESTAR ESTUDANDO OUTRAS PROPOSTA P/ TREINADOR ESSE PATON NAO E’ PARA TIMES BRASILEIRO AINDA NAO QUEM SABE O CUCA,LEVI,E ATE NELSINHO BATISTA,TONINHO.CERESO,ABELAO ENTRE OUTROS..ESSE PATON SO RETRANCA E TOMA TACA CADA JOGA SO SE COMPLICA AI NAO HA TORCEDOR Q AGUENTE

  3. Quer saber a verdade, os dois não tem condições de liderar nada. MB é bom para intriga e brigar com jogadores adversários e Denis nunca teve perfil de líder e não vai ser agora que criará.

    E Bauza que pare com essa milonga de capitão e faça esse time se entender em campo, coisa que até agora não mostrou, e parar ficar tocando bola de um lado para o outro sem objetividade.

    Chega de vexzames, se continuar assim é melhor voltar para a Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*