Autuori diz que calendário “só piora” e reclama de excursões na Europa

O técnico Paulo Autuori bem que tentou, mas não conseguiu deixar de fazer críticas ao calendário brasileiro e a decisão da CBF de fazer o São Paulo jogar cinco vezes em dez dias. Ele acredita que a entidade que rege o futebol nacional deveria proibir as excursões para a Europa durante o Brasileirão.

“A gente não tem que lamentar, deveria ter lamentado no início do ano”, falou para o programa Jogo Aberto, da TV Bandeirantes. Mas depois. o técnico emendou: “Às vezes o calendário parece que vai dar uma melhorada, mas depois só piora”.

No fim de julho, o São Paulo viajou à Europa para a disputa da Copa Audi, na Alemanha, e da Copa Eusébio, em Portugal. Nos torneios, jogou três jogos antes de ir ao Japão para a disputa da Copa Suruga. As competições amistosas foram marcadas pelo ex-diretor de futebol Adalberto Baptista.

Autuori ainda não definiu o time do São Paulo que entrará em campo neste domingo, contra o Fluminense, no Morumbi, pelo Brasileirão. O treinador deu entrevista coletiva no CT da Barra Funda, no início da tarde desta sexta-feira, após treino, e tentou explicar os testes e mudanças que tem feito na equipe titular. Autuori explicou que tenta criar alternativas para a maratona de jogos que o clube enfrentará no Brasileirão, para “não morrer” durante a campanha.

“Uma coisa que não tenho na vida é medo da morte. Gosto de viver. Não adianta ganhar só do Fluminense. Se a gente pensar um pouco mais, todos já sabem a semana que faremos: quatro jogos em oito dias. Portanto esse foi o papo que tive hoje. Vou precisar de todos bem o tempo todos. Hoje há uma emergência, que é a vitória no domingo. Depois continua”, disse.
Em setembro, o São Paulo fará quatro partidas em um intervalo de oito dias. A maratona de partidas foi imposta pela CBF após mudança no calendário para a disputa de rodadas adiadas, e afetou outros clubes além do São Paulo. No dia 1 de setembro, o time enfrenta o Botafogo. Depois, pega Náutico, Criciúma e Coritiba, nos dias 3, 5 e 8.
Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.