Arboleda pode reviver duelo com Love um mês após São Paulo perder final

O São Paulo esteve bem perto de decidir o título Campeonato Paulista nos pênaltis contra o Corinthians, em Itaquera, em abril passado. Mas, a minutos do apito final, a equipe tricolor viu o rival balançar a rede em finalização de Vagner Love na área e alcançar o tri paulista com uma vitória por 2 a 1.

O lance também teve o zagueiro Arboleda como protagonista. O são-paulino assistiu à movimentação do adversário após um lançamento de Sorzona e não conseguiu cortar o passe milimétrico. Um mês depois, o jogador equatoriano, recuperado de lesão muscular na coxa, pode rever o algoz no mesmo palco da decisão estadual. O clássico será no próximo domingo (26), na Arena Corinthians, às 19h (de Brasília).

Titular do São Paulo durante toda a temporada, Arboleda sofreu um estiramento muscular na coxa esquerda no jogo contra o Goiás, na segunda rodada do Brasileirão. Depois de 22 dias de recuperação, o jogador voltou ontem às atividades com bola no CCT da Barra Funda.

Durante o período em que ficou entregue ao departamento médico, Arboleda viu o São Paulo flertar com a instabilidade nos quatro jogos em que desfalcou a equipe. Os são-paulinos, que tinham 100% de aproveitamento nas duas rodadas iniciais do Brasileirão, empataram por 1 a 1 com o Flamengo no Morumbi na partida seguinte à lesão do zagueiro equatoriano – Anderson Martins atuou ao lado de Bruno Alves na ocasião.

Depois, o jovem Walce ocupou a vaga de Arboleda na zaga na vitória por 1 a 0 sobre o Fortaleza, no empate sem gols com o Bahia (ambos pelo Brasileirão) e na derrota por 1 a 0 para o mesmo time baiano na Copa do Brasil.

O jogador de 20 anos, revelado na base agradou ao técnico Cuca, especialmente pela parte técnica, embora tenha mostrado certa inexperiência em lances de saída de bola, cujas decisões nem sempre foram as melhores. O comportamento foi considerado normal pela comissão técnica justamente pela idade do atleta de potencial elevado.

Com Arboleda, o São Paulo voltaria a ter a dupla de zaga que mais atuou na temporada e protagonizou os melhores momentos do setor defensivo do time em 2019. O zagueiro de 27 anos, que chegou ao clube paulista em 2017, ainda defenderá a seleção do Equador na Copa América.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.