Após saída de Muricy do São Paulo, só dois técnicos venceram na estreia

Muricy Ramalho reencontra o torcedor são-paulino nesta quinta-feira e desde que deixou o clube após a queda na Copa Libertadores, em 2009, outros sete treinadores comandaram o São Paulo.

Destes, somente dois conseguiram vencer na estreia: Ricardo Gomes e Paulo César Carpegiani. O sucessor de Muricy também fez o primeiro jogo no estádio do Morumbi e superou o Náutico por 2 a 0, com gols do zagueiro Jean Rolt e Hernanes. Já Carpegiani superou o Vitória como mandante na Arena Barueri pelo mesmo placar graças a Dagoberto e Fernandinho.

 

Sérgio Baresi e Adilson Batista foram outros técnicos que fizeram a primeira partida no Morumbi, mas ficaram no empate contra Cruzeiro e Atlético-GO, respectivamente.

Confira abaixo a lista das estreias:

Ricardo Gomes – 27/6/2009 – São Paulo 2×0 Náutico (Morumbi)
Sérgio Baresi – 15/8/2010 – São Paulo 2×2 Cruzeiro (Morumbi)
Paulo César Carpegiani – 6/10/2010 – São Paulo 2×0 Vitória (Arena Barueri)
Adilson Batista – 23/7/2011 – São Paulo 2×2 Atlético-GO (Morumbi)
Emerson Leão – 26/10/2011 – Libertad (PAR) 2×0 São Paulo (Assunção)
Ney Franco – 15/7/2012 – Palmeiras 1×1 São Paulo (Arena Barueri)
Paulo Autuori – 14/7/2013 – Vitória 3×2 São Paulo (Barradão)

Como foi a passagem de cada um dos técnicos:

Ricardo Gomes (2009 e 10)
O primeiro treinador a assumir o São Paulo após a saída de Muricy Ramalho. Conseguiu recuperar o tricolor no Brasileirão e alcançou vaga na Libertadores. Chegou até a semifinal da competição e perdeu para o Inter. Saiu ao fim do vínculo no meio da temporada. 73 jogos como técnico.

Sérgio Baresi (2010)
Aposta da diretoria, não conseguiu construir a carreira no profissional e ficou no comando só em 14 jogos. Rodou por alguns clubes e atualmente é o treinador do sub-20 são-paulino.

Paulo César Carpegiani (2010 e 2011)
Outro que não deixou saudades ao torcedor. Na passagem pelo clube acabou eliminado pelo Avaí nas quartas de final da Copa do Brasil. Período em que ficou no São Paulo acabou marcado pelos problemas com Rivaldo. Esteve presente no banco 47 vezes.

Adilson Batista (2011)
Passagem relâmpago pelo São Paulo. Apenas 21 partidas e queda após derrota para o Atlético-GO por 3 a 0, no estádio Serra Dourada.

Emerson Leão (2011 e 2012)
Eliminado nas semifinais do Paulista e Copa do Brasil do ano passado, acabou demitido após 44 jogos à frente do time.

Ney Franco (2012 e 2013)
O único a vencer um título pelo clube após a saída do atual treinador. Ganhou a Copa Sul-Americana no ano passado, mas saiu após as campanhas ruins no Paulistão e na Copa Libertadores. Comandou o Tricolor 79 vezes.

Paulo Autuori (2013)
Campeão mundial e da Libertadores em 2005, chegou para tentar salvar o time e comandou o tricolor apenas 17 vezes, com três vitórias. Acabou demitido na segunda-feira, após revés em Curitiba.
Fonte: Lance

Um comentário em “Após saída de Muricy do São Paulo, só dois técnicos venceram na estreia

  1. Nao podemos nem pensar em outro resultado, hoje, que nao seja vitoria.
    Os tres pontos, sao fundamentais, para se esbocar uma reacao.
    Estamos com dezoito pontos, e na nossa frente os mais perto tem vinte e dois.
    Se empatarmos, tambem e ruim, pois jogamos dentro de casa, com a torcida
    do lado, incentivando, com um adversario tambem preocupado com a degola.
    Para mim, e buscar e buscar a vitoria, so ela interessa.
    Nao podemos, vacilar, mais, ja vacilamos contra a Portuguesa, Criciuma, Mengo,
    chega. Agora, e outra historia, e Murici, aqui e trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.