Após goleada, Muricy aponta falhas e quer atenção diante do Grêmio

Após sofrer a goleada para o Fluminense, por 5 a 2, o São Paulo já tem outro adversário neste sábado: o Grêmio, segundo colocado da tabela do Brasileirão. O técnico Muricy Ramalho apontou como erro fatal da última quarta-feira a mudança de postura do Tricolor no segundo tempo e o fato do time ter deixado o rival jogar. Para ele, o problema maior não foi a defesa, já que todos os jogadores têm a obrigação de marcar quando a equipe está sem a bola.

– Conversamos e senti algumas coisas dos jogadores. O time mudou demais de um tempo para outro, sem motivo. A conclusão que chegamos é que deixamos demais eles jogarem e aí não tem perdão.  – ressaltou o treinador.

Apesar de ter enfatizado a importância de uma vitória sobre o Flu para manter o time no topo da tabela, Muricy também destacou a importância do duelo com o Grêmio, neste sábado, mas alertou a boa atuação da equipe do Sul fora de casa.

– A gente achava que o Fluminense era muito mais importante. Campeonato longo, ia ter um respiro se ganhasse. Era muito importante, porque estávamos lá na frente, mas se a gente ganhar agora, estamos no “bolo” de novo. O Grêmio é um time que sabe jogar fora de casa, time que tem tem essa história de vir marcando forte, sair no contra-ataque, a maioria do sul pensa dessa maneira, é o conjunto, está bem treinado e está em um bom ano – ressaltou.

São Paulo e Grêmio se enfrentam neste sábado, às 21h, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. A partida acontecerá no estádio do Morumbi.


Fonte: Lance

2 comentários em “Após goleada, Muricy aponta falhas e quer atenção diante do Grêmio

  1. Pô! Só depois do jogo, após conversar com os jogadores, que nosso técnico conseguiu ver que o time dele deixou o Flu jogar? Cara, o cidadão é pago pra ficar ali, ao lado do campo, bem pertinho, para observar o que está ocorrendo em campo, e precisa de dois dias depois para perceber o que aconteceu?
    Se fosse um técnico mais bem preparado, logo que percebeu que o LF temia voltar para marcar e receber o segundo amarelo (o primeiro foi tipo LF: bobo, no intervalo do jogo) e que o Fluminense dominava o meio e jogava em nosso campo, deveria ter colocado o Hudson em seu lugar e adiantar o Pato que é muito mais veloz e acompanharia o Osvaldo nos contra-ataques. Muito provavelmente, equilibraria novamente o jogo e poderia ter trazido um melhor resultado pra casa.
    Ao invés disso, fez as lambaças que todos vimos . . .

  2. Nossa, grande coisa esse TREINEIRO faz, conversou com os jogadores. Oras, você tem que rever seu “esquema”tático, com apenas um volante de marcação deixando um corretor para a defesa se virar, isso sim.

    O problema do time chama-se TÉCNICO FRACO ÍDOLO DAS MURICETES QUE O AMAM MAIS QUE O SPFC!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*