Acordo com a Penalty renderá R$ 36 milhões por ano ao São Paulo até 2015

O São Paulo começará 2013 de uniforme novo e que, segundo a diretoria, renderá receita significativa aos cofres do clube. A Penalty, que vai substituir a Reebok, firmou contrato de três anos com o clube, até o fim de 2015, e pagará R$ 36 milhões por ano entre material esportivo e verba.

O acordo com a Penalty será anunciado pelo São Paulo nos próximos dias. Apesar de ter sido firmado anteriormente, o clube preservou a Reebok, que forneceu material entre 2006 e 2012, para que não tivesse a venda de produtos no fim de ano afetada pelo anúncio. No último contrato, renovado em 2009, a Reebok fornecia R$ 20 milhões anuais ao Tricolor.

A estreia do novo uniforme será na partida contra o Mirassol, no Morumbi, no dia 19 de janeiro, pela primeira rodada do Paulistão. Antes disso, o manto será apresentado em evento no início do ano. Na sequência, o São Paulo joga contra o Bolívar, pela Libertadores.

Além do futebol profissional, a nova parceira cuidará também das categorias de base, do futebol amador do clube e do time de futsal do São Paulo. À modalidade, será fornecido material também até 2015 no valor de R$ 1 milhão anual.

O valor do novo contrato de material esportivo foi revelado pela diretoria do São Paulo. Se confirmado, ultrapassa, por exemplo, o novo acordo entre Nike e Corinthians, que renderá ao rival cerca de R$ 30 milhões anuais, também entre material e verba. A marca atinge o mesmo patamar da parceria entre Adidas e Flamengo, que renderá ao clube carioca R$ 36 milhões por ano, ao longo de dez temporadas, a partir de 2013.

Ainda segundo a diretoria, o acordo com o São Paulo fez a Penalty desistir de investir em outros clubes para 2013. A empresa tinha como objetivo patrocinar cinco clubes da Série A, mas já se satisfaz com um número menor, após o acordo.

Penalty chega com mudanças no clube

No Morumbi: A loja principal da Reebok no Morumbi, ativa até o fim deste ano, já está em reforma para ser utilizada pela Penalty no início do ano que vem.

Lojas: A rede de lojas SAO Store, da Reebok, que vendia produtos exclusivos do São Paulo, já está sendo desativada. Os postos deverão ser utilizados pela antiga parceira para instalar lojas comuns. Ainda não há definição da Penalty se haverá uma nova redes de lojas, agora sob o domínio do novo patrocinador. A rede São Paulo Mania permanecerá ativa, e funcionará da mesma forma.

Modalidades: A Penalty não fornecerá material apenas para o elenco de futebol profissional e para as categorias de base. O futebol social do clube também receberá o apoio da parceira. O time de futsal do São Paulo terá acordo de R$ 1 milhão anual para utilizar o novo material.

Copa SP terá Penalty sem logo

O São Paulo já usará os primeiros uniformes da Penalty na Copa São Paulo de 2013, que começa em janeiro. O material usados pelos jovens das categorias de base, no entanto, não serão as camisas oficiais de 2013, e nem terão o logo da nova parceira do clube.

Os uniformes serão fornecidos apenas para a disputa da competição, para não estragar a apresentação da nova linha para o ano que vem. O novo material de treinos também não deve ser mostrado antes do início do Paulistão, em 19 de janeiro.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*