Inter derrota o São Paulo e segue vivo na briga pelo título

O Internacional segue firme e forte na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, depois de sair perdendo para o São Paulo, em pleno Beira-Rio, os colorados tiveram forças para buscar a virada e, com um show de Leandro Damião, derrotou a equipe paulista, por 3 na 1. O triunfo mantém os gaúchos a três pontos do líder do Palmeiras. Já o Tricolor, fica cada vez mais distante da ponta da tabela.

Jogando em sua casa e apoiado por mais de 45 mil torcedores no Beira-Rio (recorde de público do estádio após a remodelação), o Internacional teve uma postura elogiável contra o São Paulo e, depois de muita entrega em campo, derrotou seu adversário. Por sua vez, o time do técnico Diego Aguirre chegou ao seu quinto jogo consecutivo sem vitória. O Tricolor não derrota um adversário há mais de um mês.

Com o resultado positivo, o Internacional chegou aos 56 pontos no Campeonato Brasileiro. Os colorados retomaram a vice-liderança, do Flamengo e seguem com três pontos de distância para o Palmeiras, que derrotou o Grêmio também neste domingo. O São Paulo, campeão do primeiro turno, segue em queda e não consegue sair dos 52.

A tarde de Damião

Dúvida durante a semana, o centroavante Leandro Damião saiu do banco de reservas para dar a vitória ao Internacional. Substituindo William Pottker, que saiu ainda no primeiro tempo com dores musculares, o camisa 9 fez os dois gols do Colorado na partida e saiu como o nome do jogo. No fim, o jogador ainda sofreu o pênalti.

Gol relâmpago 

O árbitro Braulio da Silva Machado mal apitou o início da partida, e o São Paulo já estava na frente do marcador. Logo aos dois minutos de jogo, Jucilei aproveitou um erro de Edenílson no meio de campo e abriu a jogada para Reinaldo. O lateral dominou a bola, levantou a cabeça e tocou na medida para Liziero, livre de marcação, apenas desviar a bola para o fundo da rede de Marcelo Lomba.

Empate merecido

Com a vantagem fora de casa, o São Paulo recuou em campo e apostou no contra-ataque. A tática não deu certo e o Internacional teve mais de três chances claras de empatar a partida, uma delas com D’Alessandro acertando a trave em cobrança de falta. Agressivo em campo, o Colorado conseguiu igualar o marcador já no fim da etapa inicial. Nico López fez excelente jogada pela direita e achou Leandro Damião na pequena área. O centroavante subiu mais alto que a zaga tricolor e anotou o gol.

A virada colorada

Vivendo uma grande tarde, Leandro Damião precisou de apenas seis minutos no segundo tempo para fazer o gol que daria a vitória ao Internacional. Em jogada iniciada com D’Alessandro, Víctor Cuesta desviou a bola e o centroavante mostrou toda sua presença de área para, mais uma vez, escorar ao fundo da rede defendida por Jean.

O último do Inter 

Nos acréscimos do segundo tempo, o Internacional encontrou tempo para fazer seu terceiro e último gol na partida. Dividindo a bola com Leandro Damião, Anderson Martins empurrou o centroavante colorado e o árbitro marcou o pênalti. Na batida, Nico López encheu o pé e sacramentou a virada colorada no Beira-Rio.

Próxima rodada 

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Internacional recebe o Santos, no Beira-Rio, na próxima segunda-feira. Enquanto isto, o São Paulo volta a jogar no Morumbi. No próximo sábado, os tricolores medem forças com o Atlético-PR. Para este jogo, a equipe do técnico Diego Aguirre não terá as presenças de Anderson Martins e Bruno Peres, que estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3×1 SÃO PAULO 

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 14/10/2018 – 16h
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Neuza Inez Back (Fifa/SC)
Público/renda: 45.263 / R$ 1.307.521,00
Cartões amarelos: Bruno Peres, Anderson Martins, Bruno Alves e Jucilei (SPO)
Cartões vermelhos: Anderson Martins (SPO)
Gols: Liziero (9’/1ºT) (0-1), Leandro Damião (45’/1ºT) (1-1), Leandro Damião (6’/2ºT) (2-1) e Nico López (48’/2ºT) (3-1)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Fabiano, Víctor Cuesta, Emerson Santos (Klaus, aos 47’/2ºT) e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, Patrick e D’Alessandro (Wellington Silva, aos 39’/2ºT); Nico López e William Pottker (Leandro Damião, aos 27’/1ºT). Técnico: Odair Hellmann

SÃO PAULO: Jean; Bruno Peres, Anderson Martins, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê (Gonzalo Carneiro, aos 20’/2ºT); Liziero (Tréllez, aos 20’/2ºT), Rojas e Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

2 comentários em “Inter derrota o São Paulo e segue vivo na briga pelo título

  1. Vai ter uma semana para treinar, conversar e no sábado, é mais provável novo fracasso. O time virou o fio… o mais curioso que não se vê mais declarações do Rai, do Ricardo Rocha de nem do Lugano. Quanto ao Pres. Lero_leco… ele sumiu, escafedeu-se!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*