Zagueiro do SP não liga de dar título ao Cruzeiro com vitória domingo

O zagueiro Paulo Miranda, do São Paulo, diz que o time não levará em consideração a chance de dar o título do Brasileirão ao Cruzeiro caso vença o Atlético-PR, no domingo, na Vila Capanema. Para o jogador, o que importa é a vitória são-paulina e a chance de se aproximar do topo da tabela de classificação, que pode dar a classificação à Copa Libertadores de 2014 caso o clube não seja campeão da Copa Sul-Americana.

“Não, não vai nos incomodar até porque a gente tem que pensar na vitória sempre. A gente tem que se distanciar logo dessa zona lá embaixo. Então temos que procurar a vitória. Lógico que desde o começo do campeonato nossa meta era brigar pelo título. Mas as coisas não aconteceram do jeito que a gente queria”, afirmou Paulo Miranda, em entrevista coletiva no CT da Barra Funda, nesta sexta-feira.
O Atlético-PR é o vice-líder do Brasileirão, com 55 pontos. Caso perca ou empate com o São Paulo, e o líder Cruzeiro vença o Grêmio, no Mineirão, o Atlético-PR não terá mais como alcançar o clube mineiro, que será campeão nesta rodada com tal combinação de resultados.
Para Paulo Miranda, o São Paulo estaria brigando pelo título nacional caso vivesse desde o início do campeonato a fase atual.
“Temos uma campanha boa, com certeza que se desde o começo estaríamos brigando lá em cima”, falou.
Na reapresentação após superar o Atlético Nacional (COL) nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o São Paulo ganhou reforços na defesa: Rafael Toloi está recuperado do incômodo no tornozelo direito e treinou sem limitações. O jovem Lucas Silva, integrado ao profissional, retornou da seleção brasileira sub-17 e também participou da atividade.
O meia Jadson não treinou por conta de dores na coxa esquerda. O camisa 10 foi fazer exames, mas não está descartado da partida contra o Atlético-PR. A expectativa é que apenas Luis Fabiano seja poupado, e que o técnico Muricy Ramalho escale o time com Rogério Ceni, Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Denilson e Maicon; Douglas, Paulo Henrique Ganso e Ademilson; Aloísio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*