Willian José brilha e São Paulo vence La U em Santiago

– Depois que a torcida me vaiou no Morumbi comecei a treinar forte para quando tivesse outra oportunidade, pudesse agarrar com as duas mãos.

Com essas palavras, na saída de campo, Willian José desabafou. O artilheiro, bastante criticado pela torcida e há mais de dois meses sem marcar, pôs fim à sina e, com dois gols, foi o astro da noite na vitória do São Paulo por 2 a 0 contra a Universidad do Chile, nesta quarta-feira, fora de casa, pela Copa Sul-Americana.

Em um belo chute de fora da área e mostrando oportunismo, o camisa 19 desabafou nas palavras e nas comemorações, quando colocou o dedo à frente da boca, em referência para o fim das críticas. Com o resultado obtido, o Tricolor pode perder por um gol de diferença no Morumbi que está classificado. Se avançar e o Grêmio também, os dois se enfrentam na semifinal. Caso o time gaúcho seja eliminado, o adversário será ou o Independiente (ARG) ou a Universidad Católica (CHI), que disputam a primeira partida nesta quinta, às 22h45, na Argentina.

Willian ‘Showzé’ é fabuloso!

Estádio cheio, clima de decisão e contra a equipe que lidera o ranking dos melhores times sul-americanos. Nenhum dos fatores intimidou o São Paulo. Mantendo o esquema 4-2-3-1, Ney Franco bancou a escalação de Willian José para o lugar de Luis Fabiano. Criticado pelos torcedores, o camisa 19 teve de dar a volta por cima longe do Morumbi.

Optando pela marcação sob pressão, a La ‘U’ foi para cima do São Paulo, que tinha dificuldades pelo lado direito. Contudo, o ímpeto dos chilenos durou pouco. O Tricolor, abusando de arrancadas, conseguiu perfurar a zaga do rival neste sistema. Na saída de bola, Wellington e Denilson desafogaram a defesa e ainda apareceram no ataque.

E, em uma dessas jogadas, Willian José pôde mandar o recado ao torcedor. Em belo passe de Wellington, o camisa 19 emendeu um chute forte de fora da área. Exaltado na comemoração, o atacante celebrou com palavras de baixo calão e pôs o dedo indicador na frente da boca, desabafando por ter sido alvo de tantas críticas. Na última partida da Sul-Americana, o artilheiro da noite foi um dos personagens da polêmica entre Ney Franco e Rogério Ceni. Na ocasião, o goleiro pediu a entrada de Cícero, enquanto o treinador optou pelo atacante. Após a partida, houve um atrito entre eles.

E, o atacante queria mais. Em contra-ataque puxado novamente por Wellington, Willian José se posicionou bem e só teve o trabalho de mandar para o fundo do gol. Na comemoração, os mesmos gestos de desabafo. Nesta, o atacante até ajoelhou no gramado e agradeceu aos céus pelo tento. Agora, é o vice-artilheiro da temporada, com 15 gols.

O jogo, sob o domínio do Tricolor, ficou ainda melhor quando Mena foi expulso, após impedir Osvaldo, com falta. Como era o último homem, foi para o chuveiro mais cedo. A ausência ajudou o São Paulo, que trabalhou mais a bola e, esporadicamente, foi agredido.

Na etapa final, o São Paulo atuou com o resultado obtido em baixo dos braços. Recuando as linhas para ‘esperar’ as investidas da La ‘U’ e sair no contra-ataque, o Tricolor sofreu pressão. Com Ubilla aberto e Gutiérrez ora no meio da zaga ora flutuando nas pontas, os chilenos chegaram com perigo. Rogério Ceni interceptou com boas defesas.

Lucas e Osvaldo, abertos pelo flancos, tiveram de recuar até o campo de defesa para buscar o jogo. Com pouca retenção da bola, Lucas, nas habituais arrancadas, quase chegou a terceiro gol do Tricolor, mas parou na marcação.

A equipe se manteve no mesmo ímpeto. Willian José, no final do jogo, quase marcou o seu terceiro e encerrou a participação com um ‘hat-trick’. Com contrato válido até o final da temporada, ele deu um bom passo rumo à efetivação. Martelando a defesa, mas sem contundência, a La ‘U’ joga as fichas da classificação no jogo de volta.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD DE CHILE 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Nacional de Chile, em Santiago (CHI)
Data/horário: 31/10/2012, às 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Martín Vázquez (URU)
Auxiliares: Miguel A.Nievas (URU) e Marcelo Costa (URU)
Renda/Público: Não disponível

Cartões Amarelos: Cortez, Rhodolfo, Lucas, Douglas, Wellington (SPA); Rojas (UNI)
Cartão Vermelho: Mena (UNI)

Gols: Willian José, aos 7’/1ºT (0-1); Willian José, aos 18’/1ºT (0-2)

UNIVERSIDAD DE CHILE: Jhonny Herrera; Acevedo, Osvaldo Gonzáles, Rojas e Mena; Aranguiz, Cereceda (Duma – 12’/2ºT), Martínez (Marino – 33’/2ºT) e Ubilla; Lorenzetti (Rodríguez – Intervalo) e Gutierrez. Técnico: Jorge Sampaoli.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Roloi, Rhodolfo e Cortez (Maicon – Intervalo); Denilson, Wellington e Jadson (Edson Silva – 14’/2ºT); Lucas, Osvaldo (Ademilson – 32’/2ºT) e Willian José. Técnico: Ney Franco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*