Como mandante, La U não perde há mais de dois anos em jogos internacionais

O São Paulo viajou ao Chile nesta terça sabendo que encontrará dificuldades contra La U, tricampeã chilena e última campeã da Copa Sul-Americana. Porém, mais do que os títulos, a equipe do técnico argentino Jorge Sampaoli detém um recorde de mais de dois anos sem perder, atuando como mandante, em competições internacionais.

A última derrota dos Azuis jogando em casa aconteceu no dia 3 de agosto de 2010, pela semifinal da Libertadores. Na ocasião, a Universidad de Chile foi batida pelo Chivas (MEX) por 2 a 0, em Santiago. Após um empate em 1 a 1 na primeira partida, os mexicanos garantiriam a vaga na final contra o Internacional, que vencera o Tricolor na outra semi e se sagraria campeão pela segunda vez do torneio continental.

Desde então, La U não sabe o que é perder jogando no Chile. Pela Copa Sul-Americana de 2010, os chilenos empataram em casa com o Oriente Petrolero (BOL) por 2 a 2. Na Bolívia, vitória dos bolivianos e eliminação dos “universitários” da competição.

Após não conseguir se classificar à Libertadores de 2011, o time de Sampaoli não perdeu um confronto sequer em toda a vitoriosa campanha da Sul-Americana do ano passado. Jogando sob seus domínios, foram seis jogos e seis vitórias (além de dois empates e quatro vitórias fora de casa), desempenho que foi coroado com o título.

O recorde se manteve na Libertadores deste ano, quando a Universidad venceu todos os seus jogos em casa na primeira fase, somando a oretrospecto o duelo contra o Deportivo Quito, pelas oitavas de final, quando goleou por 6 a 0. Na sequência, dois empates, diante de Libertad (PAR), nas quartas, e Boca Juniors (ARG), na semi, culminando em eliminação para os argentinos.

Ainda em 2012, após a Libertadores, La U disputou duas partidas internacionais em território chileno e não perdeu. Na decisão da Recopa Sul-Americana, empate sem gols contra o Santos. Na atual edição da Sul-Americana, os Azuis, que entraram direto na fase de oitavas de final por serem os campeões em 2011, empataram em 2 a 2 com o Emelec (ECU).

Sem Luis Fabiano, artilheiro do Tricolor na temporada com 28 gols, a tarefa são-paulina de vencer no Estadio Nacional será ainda mais difícil. Chance para Willian José, que substituirá o camisa 9 e poderá não só encerrar a invencibilidade da Universidad como também garantir, quem sabe, sua permanência no Morumbi em 2013.

Confira os jogos de invencibilidade de La U como mandante:

– La U 2 x 2 Oriente Petrolero (BOL) – Primeira fase da Sul-Americana 2010
– La U 1 X 0 Fénix (URU) – Primeira fase da Sul-Americana 2011
– La U 1 x 0 Nacional (URU) – Segunda fase Sul-Americana 2011
– La U 1 x 0 Flamengo – Oitavas de final da Sul-Americana 2011
– La U 3 x 0 Arsenal de Sarandí (ARG) – Quartas de final da Sul-Americana 2011
– La U 2 x 0 Vasco – Semifinal da Sul-Americana 2011
– La U 3 x 0 LDU de Quito (ECU) – Final da Sul-Americana 2011
– La U 5 x 1 Godoy Cruz (ARG) – Fase de grupos da Libertadores 2012
– La U 2 x 1 Peñarol – Fase de grupos da Libertadores 2012
– La U 2 x 1 Atlético Nacional (COL) – Fase de grupos da Libertadores 2012
– La U 6 x 0 Deportivo Quito (ECU) – Oitavas de final da Libertadores 2012
– La U 1 x 1 Libertad (PAR) – Quartas de final da Libertadores 2012
– La U 0 x 0 Boca Juniors (ARG) – Semifinal da Libertadores 2012
– La U 0 x 0 Santos – Final da Recopa Sul-Americana 2012
– La U 2 x 2 Emelec (ECU) – Oitavas de final da Sul-Americana 2012
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*