Wilder se junta a Ganso e diz que prefere dar assistências

A máxima que afirma que futebol é feito de bola na rede não pode ser aplicada para dois jogadores em especial dentro do São Paulo. Como já afirmou em diversas oportunidades, Paulo Henrique Ganso prefere dar assistências aos companheiros do que efetivamente balançar as redes e levar o Tricolor à vitória. Agora, junta-se a ele o colombiano Wilder Guisao, discípulo da filosofia do Maestro.

Os números revelam a preferência de Wilder: servir os demais atacantes. Em seis jogos disputados pelo Tricolor, o camisa 13 já anotou três assistências e balançou a rede apenas uma vez, na vitória sobre a Ponte Preta, no Morumbi. Para justificar sua ‘opção’ pelos passes, ele se recorda das outras equipes pelas quais já passou no futebol.

– Na Colômbia, me destaquei porque jogava mais aberto e assim buscava os meus companheiros para as assistências. Lá também marquei gols importantes nesta posição. Depois, no Toluca, consegui marcar mais gols do que dar assistências. E agora, no São Paulo, procuro um pouco de cada para ajudar o time (risos) – brincou o atacante colombiano.

No início, o jogador, que já trabalhou com Juan Carlos Osorio no Atlético Nacional (COL), foi escalado como centroavante e mostrou-se pouco adaptado à função. Agora aberto pelas pontas e com liberdade para ir à linha de fundo, Wilder parece estar conquistando seu espaço e é uma das esperanças do Tricolor para o clássico desta quarta-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro.

– Tive a oportunidade de atuar na minha posição de origem, e felizmente consegui me destacar. Meu estilo de jogo é melhor pelas pontas, porque procuro dar as assistências, mas também gosto de marcar gols (risos). Porém, antes de qualquer coisa, o importante é vencer os jogos – ponderou o atleta.

Fonte: Lance

Um comentário em “Wilder se junta a Ganso e diz que prefere dar assistências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*