WhatsApp conserva “bom ambiente” entre são-paulinos nas férias

Foram incontáveis as vezes em que Muricy Ramalho se orgulhou ao longo da temporada do “bom ambiente” do elenco que ele ajudou a reformular no São Paulo. De fato existente, a relação saudável atual entre os vice-campeões brasileiros não se perdeu com as férias. Desde o último jogo do ano, há pouco mais de uma semana, o contato diário é feito através de um grupo criado no WhatsApp.

“Depois que inventaram, está todo o mundo aí no grupo se falando, brincando. Parece que o pessoal nem queria férias, parece que todos queriam estar juntos. As férias são boas para desligar um pouco, mas a gente está sempre se falando”, diz Paulo Henrique Ganso, rindo por provavelmente se lembrar do que é falado – e não revelado – entre os colegas de time.

Segundo ele, o alvo predileto das gozações no aplicativo de mensagens para celulares é o zagueiro Paulo Miranda, seguido de perto por um dos últimos reforços trazidos pela diretoria no segundo semestre. “Todos mandam mensagens, mas quem sofre mais é ele. Ele é o mais zoado. O pessoal tira sarro dele e do Michel Bastos, principalmente”, conta.

Fotomontagem Gazeta Press

Jogadores treinados por Muricy Ramalho criaram grupo no aplicativo para troca de mensagens e se falam diariamente desde que entraram em férias

Intitulado “Abençoados por Deus” e tendo como imagem representativa um símbolo do clube, o grupo vem conservando nas férias a união que se estabeleceu nas longas e desgastantes viagens da temporada. Além de passarem muito tempo juntos em hotéis e nos deslocamentos de ônibus e avião, os atletas (muitos deles religiosos) usavam janelas livres na sinuca ou em rodas de carteado. Um ambiente, como enfatiza sempre o treinador, bastante diferente do que se via em 2013, quando a equipe brigou basicamente para não ser rebaixada à segunda divisão nacional.

“Melhorou muito mesmo”, concorda Ganso, no clube há muito mais tempo do que Michel Bastos, Alan Kardec e Kaká (que se tornou rapidamente um dos pilares do grupo, mas não conseguiu renovar o contrato de empréstimo para permanecer). “Em três, quatro meses, no segundo semestre deste ano, a gente fez um ambiente muito bom. Os jogadores que chegaram foram muito bem recebidos, e o ambiente melhorou muito”.

Mas, se o grupo online diverte, o grupo do São Paulo na Copa Libertadores (principal objetivo a ser conquistado na voltas das férias, agendada para 8 de janeiro) impõe respeito. Além do argentino San Lorenzo, atual campeão, e do uruguaio Danubio, a equipe treinada por Muricy pode ter pela frente o Corinthians. Para isso, o arquirrival terá que passar pela fase preliminar do torneio, na qual enfrentará um adversário colombiano.

“Vamos ver se o Corinthians vai passar ou não do time da Colômbia. Para a Colômbia, a viagem desgasta. Contra o Corinthians, estaremos aqui do lado. Mas é um grupo difícil porque, além do San Lorenzo, são equipes que sempre chegam em competições internacionais. De qualquer forma, a gente tem que estar preparado para passar de fase”, avalia Ganso, que enviará do Pará, sua terra natal, as próximas mensagens de fim de ano aos companheiros.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “WhatsApp conserva “bom ambiente” entre são-paulinos nas férias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.