Postura de Aidar mostra que São Paulo precisa de investidores no mercado

As novas declarações do presidente Carlos Miguel Aidar para “O Estado de S.Paulo” sobre as dívidas que teria herdado de Juvenal Juvêncio (estariam em R$ 170 milhões) não significam apenas que a guerra nos bastidores do clube segue movimentada. Ao externar mais uma vez os problemas financeiros do Tricolor, o mandatário mostra que precisará de ajuda para montar o forte elenco prometido para a próxima temporada.

Nas duas negociações em que o São Paulo está forte na briga a presença de investidores será indispensável para um desfecho favorável ao clube. Os tricolores não têm condição de bancar as compras sozinho, fato. No caso de Thiago Mendes, a aposta é em um acordo com as empresas que detêm os direitos econômicos dos atletas. Pelo atacante Dudu a busca é por um parceiro.

Nos últimos tempos, o São Paulo se aproximou do empresário Eduardo Uram, que trouxe nomes como Cortez, Cícero, Roger Carvalho, Edson Silva e Maicon e trabalha para trazer o lateral-direito Bruno, do Fluminense. Já neste ano, houve aproximação intensa com a Traffic.

A empresa que já foi parceira do Palmeiras há seis anos teve papel fundamental na contratação do centroavante Alan Kardec e ainda tinha participação nos dois atletas vendidos pelo Tricolor: o lateral-direito Douglas (Barcelona-ESP) e o jovem meia Lucas Evangelista (Udinese-ITA).

Fone: Lance

3 comentários em “Postura de Aidar mostra que São Paulo precisa de investidores no mercado

  1. esse sujeito além de já ter tido junto ao tricolor quase 12 jogadores para quem não sabe foi ele quem afundou o figueirense há 2 anos atrás sendo e mandando em todos os jogadores do time e influenciado,lógico,na escalação. lembram que quase fomos rebaixados também

  2. Se o cara trouxe Cortez, Cícero, Roger Carvalho, Edson Silva e Maicon não merece ter nenhum crédito… somando todo esse pacote, não dá matéria prima para um jogador de futebol em nível de São Paulo FC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.