Volta de Hudson ao São Paulo passa por futuro de Mano no Cruzeiro

Em alta no Cruzeiro, Hudson se consolidou entre os titulares, teve boas atuações e fez gols importantes na vitoriosa campanha da Copa do Brasil. Mesmo assim, o futuro do jogador, de 29 anos, ainda é incerto. Emprestado pelo São Paulo só até dezembro, o volante ainda não sabe qual time vai defender em 2018. Muito dessa decisão passa pelo destino de Mano Menezes, que negocia a renovação de seu contrato com o presidente recém-eleito, Wagner Pires de Sá.

Com moral com o técnico, o jogador tem mais possibilidade de permanecer em Belo Horizonte se Mano continuar como o comandante do Cruzeiro. O treinador já declarou inúmeras vezes que conta com Hudson. Ou seja, Mano deve pedir para a diretoria fazer um esforço para manter o meio campista no elenco. De quebra, o jogador teria mais chances de se manter entre os titulares da equipe que disputa a Copa Libertadores.

Segundo apurou o UOL Esporte, além de desembolsar 1,5 milhão de euros (R$ 5,55 milhões) para o São Paulo, para contar com Hudson na próxima temporada, o Cruzeiro deverá dar um aumento salarial para o jogador. Por outro lado, com outro técnico, Hudson já não terá tanta certeza de que o Cruzeiro vá fazer tal esforço financeiro.

O São Paulo, por sua vez, demonstrou que espera o retorno do jogador ao Morumbi. Envolvido em uma troca com o atacante Neilton – hoje no Vitória -, Hudson é bem avaliado por Dorival Júnior e tem contrato com o clube até o fim de 2019. E como Jucilei – emprestado pelo Shandong Luneng, da China – não deve continuar em 2018, a volta de Hudson resolveria um problema para a diretoria tricolor.

Futuro de Mano
Peça-chave na manutenção de Hudson, o treinador chegou a Belo Horizonte na última sexta-feira (13) para se reunir com a nova diretoria do Cruzeiro. No entanto, a situação do técnico será definida somente nos próximos dias. Haverá um novo encontro para conversar sobre a renovação.

O comandante espera que o presidente Wagner Pires de Sá e a diretoria apresentem um projeto vencedor, no mínimo semelhante ao desenvolvido ao lado do mandatário antecessor, Gilvan de Pinho Tavares, para seguir na Toca da Raposa II.

A cúpula tenciona dar um aumento salarial ao treinador, que fatura R$ 500 mil mensais atualmente. Mas ainda não teve a oportunidade de mostrar as condições da oferta ao seu estafe. A diretoria precisará chegar a um acordo com Mano em breve para acertar também o elenco para 2018.

Um comentário em “Volta de Hudson ao São Paulo passa por futuro de Mano no Cruzeiro

  1. 500 pratas e ainda vai ter aumento?
    Etha, mercado: é só loucura! Dá uma fase de baixa na equipe vai ter que mandar embora e continuar pagando um salário desses ou uma super multa. Pura loucura!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*