Garçom tricolor: Cueva dispara na liderança de assistências do São Paulo

A vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, sábado, no Pacaembu, deu alívio na tabela e destaque individual para Cueva. Mesmo sem fazer gols, o peruano foi decisivo com duas assistências para Lucas Pratto e Maicosuel

Com esses dois passes ele disparou na liderança do quesito entre o elenco tricolor na temporada: agora são dez assistências, contra sete do vice-líder Júnior Tavares.

– Desde que cheguei, sempre coloquei o Cueva como um jogador diferenciado. Teríamos de ter muito cuidado e atenção maior com ele. Não foi diferente. Em todos os jogos, ele sempre teve uma produção muito boa. É uma equipe que está se conhecendo na competição. É muito difícil ter conjunto que se mantenha por 90 minutos. Com o Cueva, a equipe cresce muito porque tem timing certo pelas movimentações que proporciona. Será um desfalque muito sério em quatro partidas (pela seleção). Precisaremos de uma composição para que esteja em um ou duas delas – disse o técnico Dorival Júnior.

A preocupação do técnico tem sentido: Cueva vai defender a seleção peruana na repescagem contra a Nova Zelândia, para a Copa do Mundo. Inicialmente previstas para 6 e 14 de novembro, as partidas serão disputadas em 11 e 15 do mesmo mês.

O técnico Ricardo Gareca pede que a FPF se mobilize a fim de ter seus jogadores pelo menos 10 dias antes do primeiro jogo, marcado para o dia 11, às 16h15 (1h15 de Brasília), em Wellington, Nova Zelândia. O confronto decisivo acontece quatro dias depois, em Lima, às 21h15 (18h15 no horário de Brasília).

 A Fifa, no entanto, normalmente estipula a liberação para cinco dias antes do jogo. Assim, Cueva poderá desfalcar o time em até quatro jogos: Atlético-GO (06/11), Chapecoense (09/11), Vasco (12/11) e Grêmio (15/11).
Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*