Vice de futebol do São Paulo alfineta Osorio e chama empate de catástrofe

Uma reunião realizada na última sexta-feira, uma nova conversa que acontecerá nesta segunda-feira. O vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, não admite perder o técnico Juan Carlos Osorio e disse que ficará muito surpreso se o treinador não honrar sua palavra e aceitar proposta da seleção mexicana, que buscará uma vaga na Copa do Mundo de 2018.

– Quando contratei o Osorio, não contratei só um excelente treinador, mas também um homem de palavra. Nego-me a aceitar a saída dele. Na sexta-feira, conversamos e falei: se você estiver pensando em sair, me avise porque não quero ser pego de surpresa. Ele me disse que não tinha proposta. E que mesmo que recebesse alguma coisa, não sairia do São Paulo até o final do ano. Seria o fim da falta de palavra se ele estiver me enganando em relação a isso. Acredito no que ele me disse. Já estamos procurando os jogadores que ele me pediu para o ano que vem. Como vou contratá-los se o treinador não vai ficar. Por isso, tivemos essa conversa – afirmou o dirigente, em entrevista à rádio Jovem Pan.

Ataíde também foi questionado sobre o que foi falado pelo treinador são-paulino na última sexta-feira, quando Osorio afirmou não confiar na diretoria tricolor por causa da saída dos jogadores durante a janela de transferências. O vice de futebol confirmou que o colombiano só não foi demitido porque explicou o que quis dizer.

– Não aceito indisciplina. Se sou gestor e falam que não confiam em mim, imediatamente eu coloco na rua. Ele me procurou na sexta-feira à tarde, pouco tempo após a coletiva e disse que não se expôs corretamente. Falou que estava dizendo apenas sobre a saída de jogadores porque a situação financeira acabou sendo mais importante do que o que havia sido prometido a ele. Comigo não tem brincadeira. Se ele não tivesse me procurado na sequência, teria sido colocado na rua imediatamente – ressaltou.

O vice de futebol também aproveitou a longa coletiva para, pela primeira vez, rebater o argumento do treinador, que reclamou da saída de vários jogadores. Para Ataíde, apenas três titulares foram negociados.

– Quando começamos a conversar com o Osorio, ainda na Colômbia, disse que iríamos vender apenas um jogador, o Rodrigo Caio, por quem tínhamos uma proposta de 15 milhões de euros. Infelizmente, surgiu aquela confusão, perdemos a venda do jogador e não entrou o dinheiro. Alertado por membros da diretoria, tive de mudar uma situação. Estávamos com quatro imagens atrasadas, não havia como pagar os direitos dos jogadores. Por isso, tivemos de fazer o que fizemos – explicou.

– Pela venda do Denilson, recebemos muito pouco, mas nos livramos de pagar um salário de R$ 800 mil mensais ao jogador, cujo contrato foi feito pela gestão anterior. O Souza não queria ficar de jeito nenhum e conseguimos um dinheiro razoável. Pelo Dória, lutamos até o último minuto, entrei em acordo com o presidente do Olympique de Marselha, mas o empresário atrapalhou e não conseguimos ficar com ele. O Osorio é testemunha do esforço que fizemos. Esses foram os titulares que perdemos. Paulo Miranda era reserva, Boschilia era reserva. O Osorio me dizia que o Toloi fazia boas partidas e entregava outras. O Jonathan Cafu foi negociado a pedido do treinador. É a primeira vez que estou falando tudo isso, estou cansando dessas reclamações de que perdeu muitos jogadores – disse.

Ataíde revelou ter ótima relação com o técnico Juan Carlos Osorio. O mesmo não pode ser dito com outros membros da diretoria tricolor.

– Ele só não tem problema comigo. Com todo o resto, ele está brigado – afirmou.

O dirigente disse que irá se reunir novamente com Osorio na manhã desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, para discutir o futuro. E novamente vai cobrar uma posição.

– Queremos que ele continue, ele sabe disso. Não consigo acreditar que um homem com o caráter dele, com a integridade dele, irá nos enganar dessa maneira. Seus filhos estão matriculados na escola. Se houver alguma proposta, acredito que ele saia apenas no ano que vem, embora nossa vontade é que ele permaneça até dezembro de 2016. Vou falar novamente para ele: se tiver alguma coisa, me avise para não ser surpreendido.

 

 

19 comentários em “Vice de futebol do São Paulo alfineta Osorio e chama empate de catástrofe

  1. O mais curioso é o Antaíde falar que o contrato do Denilson foi assinado na gestão anterior?!?! Cara-pálida… a gestão anterior da qual V.Sa., além de integrante, era um grande doador de pitacos. É muita cara-de-pau desse indivíduo. Estou esperando o seu pedido de demissão… ele prometeu se passasse o ano em branco. Mas como manter o que diz não faz parte do vocabulário dele, acho que se trata de mais um que permanecerá “agarradinho” ao cargo e suas benesses!

  2. Esse Ataide é outra porcaria da diretoria, bando de incompetentes, ele e sua corja contratam o Osorio com promessas e descumprem na cara dele, que moral que ele tem em falar que o Osorio nao tem palavra, quem quebrou e desonrou foi a propria diretoria do sao paulo entao se ele sair sera bem feito, quem sabe aprendem daqui para frente a serem pelo menos profissionais e nao amadores.
    Se ele falou que nao confia em vcs ninguem confia.

  3. Não gosto das decisões de Ataíde, mas aqui ele falou bem.Osorio tem que perceber que a imprensa é corintiana, é contra, está fazendo campanha diária pra ele ir embora. Ele precisa ser mais malandro, e se habituar que o futebol brasileiro é assim, cheio de traíras.Ele está dando uma cara pro time do São Paulo e deve dar tudo certo em 2016, a se seguir a filosofia de Osorio.Seria uma pena a imprensa gambá ganhar esta queda de braço com Osorio.

  4. Tá na hr de começar a renovar esse clube, tirando logo presidente e vice.
    E mudar a forma de se eleger as pessoas para dirigir o clube.
    A eleição deveria ser aberta a todos sócios torcendo, o que tá acontecendo no sp é que cada um quer levar a sua parte sem pensar no sp e sim interesses proprios. #foraaidareataide

    • Vc está sugerindo que um ST que paga 30 contos/mês, tenha o mesmo direito que um sócio do Clube, como eu, que ,além de pagar mais de 200 reais/mês, tenho um título de sócio de 40 mil reais ?
      Isso irá acontecer, é um sandice.

  5. Muito MiMiMi do Osório, reclame menos e trabalhe mais, os 3 primeiros colocados perderam a mesma quantidade de jogadores e estão na nossa frente, não vejo os treinadores reclamando, e sim trabalhando.

  6. O problema do São Paulo é justamente esse: falta de palavra.

    Um presidente que na campanha diz que vai melhorar o clube e é só escândalo atrás de escândalo.
    Em uma semana ele dá 3 versões da dívida do clube.
    Em uma semana ele dá 3 versões da contratação de um jogador.

    Um vice de futebol que dá sua palavra de que se não tiver sucesso vai se demitir (já teve a oportunidade, estamos esperando impacientemente por esse dia).
    Que dá sua palavra de sigilo ao Sampaoli e na primeira oportunidade quebra a promessa.
    Que dá sua palavra de sigilo ao Sabella e na primeira oportunidade quebra a promessa.

    Os dois que conversam com o novo treinador para contratá-lo e dão sua palavra que só venderiam um jogador, e na primeira oportunidade vendem 8.

    São esses caras que estão cobrando a palavra do treinador que foi enganado desde o início?

    É o mesmo que a Dilma entrar na sua casa e te cobrar transparência.
    É o mesmo que você namorar uma mina que te diz que você é o único homem da vida dela, na mesma noite vê-la rodando bolsinha na esquina e ela ainda te cobrar uma aliança de noivado no dedo.

    Esse é o nível de quem decide as coisas no São Paulo de hoje. Tá explicada a situação que vivemos? O cara tem um nível tão RASO que ele sequer percebe o absurdo que está falando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*