Vasco admite conversa por Juan, mas salário joga contra o acordo

A contratação de um lateral-esquerdo tornou-se a prioridade do Vasco para a próxima temporada. Alvo do clube no início de 2012,Juan passou a ser novamente um jogador que interessa na Colina. A diretoria já admitiu ter feito os primeiros contatos com o São Paulo. No entanto, o diretor executivo cruz-maltino, René Simões, lembrou que não se trata de uma negociação fácil.

– O Juan é um nome bem avaliado, mas tem um salário alto. No primeiro ano, o São Paulo se dispõe a dar uma ajuda, então não seria problema. Mas o jogador quer fazer um contrato de três anos, o que ficaria muito pesado para o Vasco – explicou René Simões, em entrevista ao programa de rádio “Caldeirão Vascaíno”.

Antes de defender o São Paulo, Juan, de 30 anos, foi jogador do Flamengo de 2006 a 2010. Ele fez o gol rubro-negro na segunda partida da final da Copa do Brasil de 2006, contra o Vasco. Em 2012, o lateral estava emprestado ao Santos, mas não conseguiu se firmar na equipe e voltou ao Tricolor paulista neste início de temporada. No entanto, a diretoria são-paulina já avisou que não conta com o atleta para as competições de 2013.

Em enquete feita pelo GLOBOESPORTE.COM em janeiro de 2012, quando o lateral foi sondado pelo Vasco, a torcida cruz-maltina não se manifestou a favor do reforço na Colina. Ao todo, 8.923 pessoas votaram, sendo 69.56% contrários à negociação.

Lateral-direito é oferecido, e Zé Love fica mais distante

Recentemente, o jogador Dick foi oferecido ao Vasco. Lateral-direito de origem, mas também com possibilidade de atuar na ala direita, ele tem 28 anos e seu último clube foi o Marcílio Dias, de Santa Catarina. Diretoria e comissão técnica avaliam a possibilidade de negociação.

Ainda em busca de reforçar o elenco, o Vasco viu a negociação por Zé Eduardo dar alguns passos atrás. Após fazer uma reavaliação de seu orçamento depois das primeiras contratações, o clube fez outra oferta ao centroavante, com um valor salarial abaixo do inicialmente proposto. Enquanto isso, aguarda o fim do impasse entre o Genoa, da Itália, e o empresário do atleta, pelo pagamento do equivalente a R$ 300 mil pela negociação.

Em relação ao lateral-direito Nei, os salários já foram acertados, mas restam alguns detalhes a serem sacramentados com o grupo de investimento que detém os direitos do jogador.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*