Valorizado, Liziero vira maior trunfo para São Paulo terminar ano no azul

O São Paulo já começa a fechar a previsão do seu balanço orçamentário de 2018. Segundo apurou o UOL Esporte, até o momento, o Tricolor não deve conseguir concluir as contas com superávit, como aconteceu nos últimos dois anos. A expectativa inicial do clube era de vender ao menos mais um jogador na última janela de transferência. Por isso e pela movimentação natural do mercado, o departamento de futebol deve negociar atletas após o fim do Campeonato Brasileiro.

Antes, o jogador considerado o mais valorizado do Tricolor era Rodrigo Caio, que tinha o status de zagueiro de seleção brasileira. No entanto, em 2018, ele teve uma lesão no pé esquerdo e dificuldade para se firmar entre os titulares. Desta maneira, nem sequer recebeu propostas na janela de transferência do meio do ano. Ainda assim, o defensor trocou de empresário – era gerenciado por Carlos Leite e hoje trabalha com Nick Arcuri – e tem o seu nome especulado no Milan. Agora, além do zagueiro, quem também chama a atenção no exterior e pode ajudar a reforçar o caixa tricolor é Liziero.

O jogador já recebeu sondagens de clubes europeus, pessoas ligadas ao jovem dizem até que um clube italiano estaria disposto a oferecer 10 milhões de euros (R$ 43 milhões) para fechar o negócio. No entanto, para o São Paulo não chegou qualquer proposta pelo garoto. Além disso, a atenção do departamento de futebol está voltada para as últimas três partidas do Brasileirão e para a possibilidade de terminar entre os quatro mais bem colocados, para assim garantir uma vaga na fase de grupos da próxima Copa Libertadores.

Além de ser considerado um jogador promissor, Liziero tem a seu favor o fato de possuir o passaporte italiano, assim como Rodrigo Caio. O meio campista, de 20 anos, havia sido liberado pelo São Paulo em agosto deste ano para viajar ao Velho Mundo para tirar o documento. Na ocasião, ele esteve acompanhado do empresário Fernando Garcia e encontrou Malcom, do Barcelona.

Polivalente, Liziero subiu para o profissional em março, quando Diego Aguirre assumiu o comando técnico. Formado nas categorias de base do clube e com bom relacionamento com o hoje treinador da equipe, André Jardine, ele tem contrato com o São Paulo até abril de 2023. Neste ano, ele recebeu uma valorização salarial e ampliou o seu vínculo, que antes era válido até 2020.

Fonte: Uol

8 comentários em “Valorizado, Liziero vira maior trunfo para São Paulo terminar ano no azul

  1. Começou o ano como um foguete e pareceu deslumbrado pelo empresário após tirar o passaporte europeu.
    Não me empolguei com seu futebol mas parece que pode evoluir.
    Longe de ser o craque que foi pintado por alguns, mas pode se tornar bom jogador.
    É bem inferior ao Arthur que hj está no Barcelona.
    Tal qual o R.Caio não me deixaria saudades se for vendido.

  2. Escrevi em outro post daqui. Jardine foi alçado pra ser o técnico principal pra transformar nesses últimos jogos da temporada vitrine com atletas da base, esses jogadores meia boca super dimensionados só servem pra servir de Banco para as contratações bizarras tipo 10 mi por um goleiro fraco do Bahia, jogadores em final de carreia pagando o triplo que valem no mercado e outras aberrações.

    E mesmo que não seja nada disso, o mínimo que nunca esclarecem é essa dívida que todo ano muda de valor, nunca aumenta mas está sempre alta, sempre baixa mas nunca sai do lugar e precisa vender pra fechar no azul.

    Rodrigo Capelo no SPORTV disse que pra 2019 os clubes perderão fluxo de caixa por conta da nova estrutura de distribuição das verbas de TV e que apenas Flamengo, Palmeiras e Grêmio se preparam pra nova ordem.

    Ou seja, tudo igual no reino do Leco

  3. A lógica é simples, é a repetição do que acontece em todas as áreas quando vc tem um bloco cujo poder econômico é 100 x maior do que outro. Somos os pequenos vendendo seu produto aos grandes centros.
    Já viu aquela história que diz que o sujeito subiu num nível maior e chutou a escada para que os outros continuassem no chão? Triste mas é realidade.

  4. Pois é… vão-se os anéis mas ficam os dedos. Certamente, se vendido, aos 20 anos, abrirá caminho para a contratação de um jogador em ocaso de carreira, tipo Jucilei. Essa lógica continuará a inviabilizar a formação de um grande time. Alguns poucos, ainda se jactarão de ver em Cotia, uma linha de produção de jogadores em alta. Se a finalidade maior for realmente essa… vamos aceitar calado, que doe menos. Na lógica atual, podemos afirmar que, quem nasceu São Paulo FC, jamais chegará a ser Barcelona ou Real Madri. O futebol é parte do contexto econômico do país. Ontem, andando pelo Shopping Morumbi, verifiquei que as lojas de material esportivo, expõem em suas vitrinas, camisas de times da Europa: Real Madri, PSG, City, etc.. Eu não vi nenhuma camisa de clubes brasileiros expostas nas vitrinas. Obviamente, as vendas se concentram em camisas de clubes de sucesso. A previsão é sombria. Mais uma geração, com andar da carruagem, a torcida do Real Madri, do Barcelona, do Chelsea, etc., será maior que as dos clubes brasileiros. Quem viver verá.

    • A confirmação dessa minha tese é simples: pergunte a qualquer garoto que esteja em Cotia, jogando no sub15, sub17 ou sub20, qual é sua ambição como jogador de futebol. Dez entre dez, responderão, jogar em times da Europa, até porque, até na ótica da Comissão Técnica da Seleção Brasileira, jogador bom e experiente, TEM QUE ESTAR JOGANDO NA EUROPA… certo Tite & Cia?

    • Tbm concordo , e o nosso futebol cada dia pior ! É só um jogador de qlq time brasileiro que nem é tao bom assim se destacar um pouco mais que não fica por aqui um semestre (vide aquele atacante que tava fazendo gol todo jogo pelo atletivo mg que pertencia ao Palmeiras que não me lembro o nome , não ficou nem o primeiro turno inteiro!). Nosso futebol está tão pobre que teve mto são Paulino lamentando a saida do fraquíssimo Marcos Guilherme e um morto como o D Souza resolvendo vários jogos !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*